segunda-feira, 13 de abril de 2009

Suspenso no tempo!


Desperto encostado á escura noite
Na velha e dura calçada do relento…
Na cama onde a chuva é açoite,
Agasalho-me com lençóis feitos de vento!

Cama onde a raiva se acende e inflamam,
Sonhos ardentes queimados em medos…
Pesadelos despertados que derramam,
Suores de Ilusões que escapam pelos dedos!

Suspenso às nuvens fica o sonho sustado,
Observado pelos tempos que passam revoltos…
Na cama da ilusão permaneço fustigado,
Aos indiferentes ventos que sopram soltos!

Exposto em céu aberto fico á deriva
Como grão de areia perdido, jogado ao vento…
Na cama do horizonte adormeço sem guarida
Aguardando um abrigo… suspenso no tempo!
.
Uma boa semana para todos!
-Manzas-

74 comentários:

  1. poeta,
    quando a vida me frustra de aluma maneira,sinto-me parte desse poema,
    lindo!
    beijo vede amarelo
    Mari

    ResponderEliminar
  2. «Aguardando um abrigo, suspenso no tempo», profundo, intenso, brilhante meu amigo
    Boa Semana
    Beijinhos
    Liliana

    ResponderEliminar
  3. Manzas,
    perdoa,meu note,fica com ciumes quando venho aqui.
    esta engolindo letras.

    beijos
    verde e amarelo
    Mari

    ResponderEliminar
  4. Profundo e triste! Porém, extremamente belo!
    Parabéns amigo!
    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  5. Lindo poema. A solidão é algo que estamos a enfrentar, existe a solidão mesmo estndo juntos... e quando ao longe ainda é pior...
    Tenha uma Boa Semana.

    ResponderEliminar
  6. Tens um dedo para poemas já vi. Tocante, á semelhança de muitos do teu blog ...

    ResponderEliminar
  7. Saudades de Alguém
    Saudades, um pedacinho de emoção
    dentro da gente...
    Um pedacinho de outra pessoa
    dentro da gente...
    Uma voz, um olhar, um toque.
    De repente uma angústia.
    Saudade do que não fez,
    ou daquela vez.
    Saudades...
    Das coisas, do lugar, da pessoa...
    De um beijo, de um carinho,
    daquele jeito diferente...
    Ou do sorriso, de repente...
    Saudades de alguém...
    Saudades de você meu amigo
    Beijos e ótima semana pra ti!

    ResponderEliminar
  8. O tempo não existe para o amor. Os versos o eternizam .
    Um beijão pra ti Manzas que sempre visita meu blog de forma tão carinhosa.

    ResponderEliminar
  9. Manzas,

    O tempo é um enigma que intriga a todos nós.

    Um abraço!
    Alcides

    ResponderEliminar
  10. Manzas...

    Ler você nos faz ficar suspensos no tempo e no espaço... Lindo!

    Abraço.

    Lygia

    ResponderEliminar
  11. Oi Manzas!!!
    “Mais que uma mão estendida
    mais que um belo sorriso
    mais do que a alegria de dividir
    mais do que sonhar os mesmos sonhos
    ou doer as mesmas dores
    muito mais do que o silêncio que fala
    ou da voz que cala, para ouvir
    é a amizade, o alimento
    que nos sacia a alma
    e nos é ofertado por alguém
    que crê em nós”.
    Desejo para você uma semana
    Florida, cheia de amor e alegria.
    Ângela.

    ResponderEliminar
  12. Belíssimo poema!
    Beijinhosssssssssss de boa semana!

    ResponderEliminar
  13. Olá, como sempre belos poemas com verdadeiro sentido, obrigado pela visita.BJS.UMA SEMANA ILUMINADA.

    ResponderEliminar
  14. REVOLTA...ANDAR PERDIDO, À DERIVA...TALVEZ OS MAIS POBRES SIM,TALVEZ OS MAIS RICOS NÃO! QUE MUNDO DE CÃO!!!

    AGRADECIDA PELA GENTILEZA DO SEU COMENTÁRIO

    UM FORTE ABRAÇO DE PARABÉNS PELA BELEZA DOS POEMAS
    NOTA: A FOTO ESTÁ O MÁXIMO,ATÉ ME PROVOCA VERTIGENS!!!!!

    ResponderEliminar
  15. Admiro a forma como você, com poucas palavras consegue sintetizar a vida.
    Em todas as minhas visitas não consigo me ater na atualização e fico a percorrer vários cantos, até relendo alguns e acabo descobrindo novos sentidos não aproveitados antes.
    Um ótimo local para reflexão que sempre recomendo a todos.
    Agradeço por tornar minha semana ótima, desejo que a sua seja igual e continue a nos proporcionar poesias tão maravilhosas quanto todas por aqui.
    Fortes abraços

    ResponderEliminar
  16. Boa noite estimado amigo, que versos lindos, SUSPENSO NO TEMPO
    Esse tempo que é um enigma, onde sempre nos deixam acima do que realmente deveriamos.

    Obrigada por sua visita e seu sempre imenso carisma,
    uma boa semana de muita LUZ,
    com admiração,
    Efigênia Coutinho

    ResponderEliminar
  17. Olá Manzas
    obrigada pela tua visita ao meu blog e pelos lindos poemas nele deixados
    um beijo
    adoro o teu blog lindo mesmo

    ResponderEliminar
  18. Lindo poema!
    As nuvens vão passar...
    Abraço

    Se não fosse
    o pôr-do-sol,
    a luz da lua;
    Se não fosse
    a luz da ficção,
    uma verdade
    inventada;
    Se não fosse
    meu desejo,
    seria uma verdade.

    Fernanda Fernandes Fontes

    ResponderEliminar
  19. Como sempre uma poesia muito boa Manzas, um grande abraço.

    ResponderEliminar
  20. Olá Manzas,que frio!
    Exposto em céu aberto fico á deriva
    Como grão de areia perdido, jogado ao vento…
    Na cama do horizonte adormeço sem guarida
    Aguardando um abrigo… suspenso no tempo!
    Lindo!
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  21. Voar é com os pássaros e os poetas. No entanto, mais dia, menos dia, estes aprendem todos os controles de voos e de todos os sonhos.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  22. Meu Amigo
    obrigada pela visita...É bom sentir a tua presença...

    e com carinho deixo um selo para ti...

    Este Amanhecer...

    É mesmo amanhecer...
    E é bom sentir...
    Que mesmo no escuro...
    No frio...
    No fim do túnel...
    temos que ...
    Saber esperar...
    E...
    Ter esperança..
    Pois rapidamente...
    Aparece o AMANHECER...

    ResponderEliminar
  23. Muito bonito,do tamanho da perda dos sonhos,que é a dor maior que um poeta sente!!!

    Maravilhoso!!!

    Beijos!Sonia Regina.

    ResponderEliminar
  24. Estamos todos suspensos no tempo.

    O que nos vale é a POESIA.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  25. Um poema belo e sentido, que expressa bem a grandeza de tua sensibilidade.

    Amigo Manzas,
    Minhas desculpas por tantos dias ausente, foram dias muito(a)diversos, mas já sinto-me restabelecido.
    Sempre grato por sua visita.

    Grande Abraço!

    ResponderEliminar
  26. Simpático Amigo:
    Um poema fabuloso de maravilhar e deliciar feito e saído do seu génio e talento de extraordinário escritor que se afirma pela pureza e beleza existentes em si e no que é. Este "Suspenso no Tempo" é sublime.
    Assim, vale na pena
    Maravilhoso. Adorei.
    Uma mensagem significativa da existência que podia ser de todos nós que registei no meu Livro da Vida que trago sempre comigo no bolso e comporta seres humanos de sonho.
    Sumariei com agrado e gigantismo literário e poético.
    Abraço de imenso respeito e estima.
    Deslumbrado por tanta magia feita em versos admiráveis e geniais...

    P.P./Pena

    OBRIGADO por tanta simpatia no meu blog.
    Bem-Haja!

    ResponderEliminar
  27. Parabéns por mais um belíssimo poema.
    E porque hoje é o Dia Nacional do Beijo, no Brasil, acabei de publicar um poema dum amigo meu e poeta brasileiro cujo tema é BEIJOS.
    Vai ver. Penso que vais gostar.

    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderEliminar
  28. Tempo parido de ilusões
    Suspenso de mudas horas
    Guarida das aflições
    De um futuro sem demoras!

    Manzas, um poema algo magoado, mas muito bonito!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  29. Há tantas pessoas assim, neste estado que descreves...

    ResponderEliminar
  30. Bom dia, Manzas!
    Belo poema,! Aos poetas cabem ir além da poesia, e este seu poema, neutralizou àqueles que assim vivem. Sequer um abrigo em um coração tem, quanto mais o luxo de uma coberta que os agasalhem. Sou da linha ATIVISTA. e vejo que vc também.

    Aplausos!

    Mirse

    ResponderEliminar
  31. ¡Estupendo como siempre Manzas! Tus versos me transportan hacia tus mismas alturas. Es un gran placer leerte, amigo.
    Muchos abrazos.

    ResponderEliminar
  32. lindo...como um grão de areia suspenso no tempo
    beijos
    Carla

    ResponderEliminar
  33. carissimo,
    obrigasdo pela visita à minha página, pelo texto de tanta sensibilidade e por esses textoos aqui, que trabnspiram amor à vida e à humanideade... Seu blog está esxcelente, uma leitura de quaalidade.. com ótimos links... Grande abraço do Danailo- Brasilia-DF

    ResponderEliminar
  34. Mais um poema lindo, com a sensibilidade a que já nos habituou. Todos nós que vivemos suspensos no tempo, nos revemos na sua mensagem que nos toca fundo. Parabéns.
    Vera Lucia

    ResponderEliminar
  35. Me perdoa se te invejo...rsrsr
    beijos e boa semana

    ResponderEliminar
  36. olá querido!


    "Aguardando um abrigo… suspenso no tempo!"
    foi a parte que mais gostei!!!!


    Lindo!
    Beijos

    ResponderEliminar
  37. Passei para te desejar um linda semana e para
    me deleitar com seus poemas...

    Bjs

    ResponderEliminar
  38. OLÁ POETA MENINO!
    Magico teus versos ainda que tristes tocaram-me a alma!

    *Em pensamentos suspensos...
    De minha janela aprecio o cenário da noite...
    De gente carente de sorrisos inocentes...
    Da miragem do olhar em memórias de improviso...
    Em gestos de abraços de um sonhador...*

    Meu sempre carinho!
    Bjinhos na alma!

    ResponderEliminar
  39. Oi Manzas...
    existem momentos que nos deixam assim...
    Suspensos... sem saber ao certo como agir!

    Suas palavras sempre me levam a reflexão.

    Vim apreciar e aproveitar para lhe desejar uma semana maravilhosa!

    Obrigada por suas palavras lá no blog... Vocês me fazem um bem enorme e toda retribuição ainda é pouco diante do imenso carinho que o coração sente.

    Beijos com meu carinho

    ResponderEliminar
  40. Muito lindo seus versos! Delicadeza e emoções mergulhados num mar vasto de encantos e letras...

    Abraços amigo poeta!

    ResponderEliminar
  41. Olá,
    tem presentinho pra você la no meu blog,
    fiz um ano de blog,
    e você é muito importante
    durante esse caminhada,
    abraços pra ti,
    passe lá pra pegar seu presentinho!

    O selinho que eu fiz... ^^!

    ResponderEliminar
  42. Penso que deveriamos viver a vida como, as poesias de felicidade, de amor, de alegria, penso que ser poeta e ser eterno, ser imortal,porque somos imortais.

    Beijo

    ResponderEliminar
  43. E esse medo que desprende-se do alto, exposto aos céus há de encontrar coragem. Saltar sobre lençóis macios...

    Um beijo de boa semana pra ti

    ResponderEliminar
  44. Os pesadelos envoltos em nuvens serão passageiros e um sol irá brilhar no céu com um belo arco-íris que se unirá entre a chuva e o sol e outro dia amanhecerá sereno!!!
    Beijo
    Isabel

    ResponderEliminar
  45. " ... Exposto em céu aberto fico á deriva
    Como grão de areia perdido, jogado ao vento ... "

    LINDO ...

    Mas olha, vás tu cair onde for, irei sempre ler-te e re-ler-te ... Pois eu é que cai nas tuas palavras ...

    Beijos Anjo Negro

    ResponderEliminar
  46. Belo poema, Moisés.

    Lendo-te...

    Abraços :)

    H.F.

    ResponderEliminar
  47. Manzas

    Quantos de nós, tantas vezes... ficam suspensos no tempo sem guarida!

    Um beijinho
    Boa semana também

    ResponderEliminar
  48. Mais um soberbo poema, amigo Manzas.

    Sublime, a forma como descreves as tuas emoções!

    "Desperto encostado á escura noite
    Na velha e dura calçada do relento…
    Na cama onde a chuva é açoite,
    Agasalho-me com lençóis feitos de vento!"

    Soberbo!

    Uma excelente semana!

    Abraço fraterno

    Mário

    Convido-te a passar pelo "AMOR DE ALÉM MAR", outra forma de fazer poesia em dueto.

    ResponderEliminar
  49. Querido Manzas
    Infelizmente essa é a realidade de muita gente... se cobrindo com um lençol de vento.
    Pra mim, isso é um grito de socorro dos menos favorecidos que você captou com sua extrema sensibilidade.

    Meu amigo, esse poema apesar de triste é muito belo pela riqueza de suas palavras e a foto... D+++++
    Se me permitir, gostaria de postá-lo no meu espaço.

    Bjss, tenha uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  50. Manzas Amigo do Coração

    Brincas com as letras... montas palavras... joga sentimentos... transforma tudo em poesias... que me leva a divagar...
    Mexes com as carências... me faz choras... mas... secas as lagrimas com mil caricias... me transporta... me faz feliz...

    TeAmo

    Bjs.

    ResponderEliminar
  51. triste, muito intenso, mas ao mesmo tempo belo

    parabéns

    ResponderEliminar
  52. Manzas:
    Se o tempo estivesse à venda vendia-o.
    Vendia até a razão.
    Só eu não me quero à venda!
    Assim este pairar suspenso mesmo que triste dá conta da raiva e do medo do tempo indomável.
    Parabéns e obigada pelas visitas.
    Beijo

    ResponderEliminar
  53. À deriva estou
    nas ruas de teus pensamentos...

    Quão bela é a tua alma, rapaz!

    Beijos azuis!

    ResponderEliminar
  54. Olá, econtrei teu cantinho no blog "Almas Perfumadas" e adorei vir aqui conhecer, voutarei sempre que puder! Parabéns seu blog é muito bonito!
    Simone

    ResponderEliminar
  55. Meu amigo poeta :) voltei das mini férias , mas deu para passear com a familia e namorar muitooo :P

    quanto ao teu post, acho que todos nós uma altura da nossa vida ficamos assim suspensos... sem saber o que fazer ou dizer, faz parte apesar de dar uma angustia e dor terriveis.
    beijos meus e uma otima semana para voçês aí em casa

    ResponderEliminar
  56. Olá meu querido amigo Manza...
    Um poema lindo e triste.
    Nos faz refletir para dentro de nossa alma,
    O quanto nós somos suspensos ou não.
    Parabéns por esse belo poema.
    Um pensamento, uma reflexão, ou a própria voz do poeta.
    Beijinhos doces,meu amigo.
    Que sua semana seja abençoada por Deus.

    Regina Coeli.

    ResponderEliminar
  57. BOM TER-TE DE VOLTA.
    EU ENCONTRO-TE SEMPRE LENDO-TE.
    UM BEIJO....
    MARIA

    ResponderEliminar
  58. Imagem fabulosa e mágnifico poema...


    Abraço

    ResponderEliminar
  59. Hoje não me atrevo a comentar, acho que tenho medo de dar erros....sinto-me tão pequenina, mas quero deixar um abraço colado com milhões de beijos...assim suspensos no espaço! E sabe adorei a ideia da Menina do Rio - cair em lençóis macios!!!! (os duendes dormem??)

    ResponderEliminar
  60. Suspenso entre a poesia e a vida. Liberto do tempo.
    Poema triste e tão belo.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  61. Muito tristonha a poesia, mas bem real!
    Beijinhos de boa noite!

    ResponderEliminar
  62. Muito tristonha a poesia, mas bem real!
    Beijinhos de boa noite!

    ResponderEliminar
  63. Muito tristonha a poesia, mas bem real!
    Beijinhos de boa noite!

    ResponderEliminar
  64. Meu amigo após algum tempo de ausência por motivos menos bons,mas eis -me aqui de novo ,cheia de garra e de esperança por melhores dias.
    Saudade ,palavra linda por exclência, a ponte de ligação entre o passado e o presente, o baluarte que nos guia...
    Bjs Zita

    ResponderEliminar
  65. Deve ser uma sensação paralisante, ficar suspenso no tempo...belo poema, beijocas

    ResponderEliminar
  66. Sonhos de mar e vento.

    Gostei do deu poema.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  67. Meu querido amigo Manzas
    A dias que tento lhe enviar comentários nessa bela postagem " Pescador de Sonhos ", não estou conseguindo, aconteceu com outros blogs amigos,mas as poucos se normalizou... Venho sempre te visitar,te ler, adoro o que escreves e quando te vejo lá na minha casa.

    Volte sempre,serás muito bem-vindo.

    Tenha um ótimo domingo.

    Bjsss

    ResponderEliminar
  68. É oque eu preciso, ficar suspensa no tempo..
    Belo poema, e bela imagem ;)

    Bjo bjo *;

    ResponderEliminar
  69. É lindo....

    Uma ótima definição de tempo

    algo que realmente tem impacto...

    Parabéns...

    Bejos....

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…