segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Extremos da tristeza!



Adormeço rindo num choro, em noites acordado
Por minutos serem, temo as horas, enlouqueço!
Tempo em que me alegro e entristeço…
E ao desatar-me da Tristeza, mais fico atado.

Dou voz ao grito que me sai calado
No mundo giro, ficando quieto… esmoreço!
De tudo quero, não querendo por ter um preço,
Procuro ser, sem sendo… descontraio, contrariado.


Levanto voo nas asas de um tombo agastado
De tudo confio, desconfiado me aborreço,
Interrogo-me aos céus; será que mereço?
Ou será este o meu inferno, pelos erros do passado?

Coabito com o meu bem, e mal passado
Soluçando agora no meu mal presente,
Rogando a Deus viver um futuro decente,
E que não me deixe morrer em tal estado!

Deste meu fero viver, me quero apartado
Por na eloquente loucura, viver descontente…
Que me venha a sepultura, mesmo por acidente!
Pois seria todo o meu fado enterrado.

Pois na minha extinção já quase estou
Das poucas forças que tenho, não ajo, não grito,
Tais são os extremos, em que triste me sinto,
E por aqui fico rendido a ser aquilo que sou


O perscrutar do amanha, mata-me o pensamento,
Esgaçando a vida, me faz retalhar a memória
Nesta guerra de sobrevivência sem glória…
Morrendo mesmo com vida, por ser sempre um tormento!

.
-Moisés Correia-

16 comentários:

  1. Quando o corpo quer reagir, mas a alma não, surge esta dor constante que nos leva a ficar quieto em um canto olhando a vida passar.
    Belos versos.
    Abs

    ResponderEliminar
  2. que poema, entristecedor, adoro sentimentos aflorados de dor. amei.

    bjosss...

    ResponderEliminar
  3. QUERIDO MANZAS, MAGNÍFICO POEMA... ENTROU FORTEMENTE NA NMINHA ALMA... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  4. Existem palavras que nos deixam sem palavras, existem sentimentos que todos sentimos de forma tão diferente, não entendo porque lhe damos um só nome...escrever a alegria parece fácil para uns, para outros nem tanto, mas escrever a tristeza e a desilusão não é escrever, é cantar!!Lindo mesmo!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Manzas, belo poema , bem reflexivo!
    Beijinhos de luz!

    ResponderEliminar
  6. Manzas,

    Há dias assim: vazios,sem nada. Nessas alturas, caímos na escuridão, mergulhamos fundo no nosso vazio. Para mim, este poema é o fruto dum momento destes. O que vale,é que quando menos se espera, a luz volta a brilhar...Conto com o seu próximo poema, já com aquele romantismo que é a sua tónica constante. Mas apesar de tudo, este poema é lindo.

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde.
    Tomei a liberdade de publicar um soneto seu na barra lateral do meu blog. Espero que não se importe.
    Francisco

    ResponderEliminar
  8. O que dizer além de lindo?Perfeito?
    Parabéns

    ResponderEliminar
  9. que triste e tão bonito, sentimentos que me perfuram e numa linha aqui em duas ali, me revejo nalguns dos meus dias e noites !

    beijos meus

    ResponderEliminar
  10. Lindo poema.

    Vim pedir desculpa pela minha ausência no teu blogger mais como havia um feriado e trabalho com turismo ficou difícil, mais agora com um pouco menos de trabalho volto a normalidade.

    "O que diferencia uma pessoa de outra é o seu imaginário, a interpretação que dá aos fatos da vida." (Tisuka Yamasaki)
    Abraços com muito carinho

    ResponderEliminar
  11. triste, mas é um bom poema. muito bem rimado e bem construido.

    gostei de ler.

    abraço!

    ResponderEliminar
  12. Saudades poeta,
    Fico feliz demais ao ver sua obra literária...
    O mundo blogueiro só tem a ganhar com sua presença e escritos dignos
    do grande poeta que vc é, de fato.
    Há alguns dias não vinha aqui, aproveitei e me alimentei de
    uma farta porção de sua inspiração...
    Hoje vim te ler, e compartilhar com você um presente:
    Sou a poetisa da semana no Blog do VALTER POETA e
    é claro, gostaria que lesse, e caso queira, opine.
    É sempre pra mim um prazer e uma honra saber sua concepção,
    sua opinião, seu parecer.

    Te espero...

    http://valterpoeta.blogspot.com


    Beijinhos... Glória

    ResponderEliminar
  13. Oi ! Gostei muito do teu blog! Se puder me visite, http://sindromemm.blogspot.com
    Valeu!

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…