quarta-feira, 28 de março de 2012


Raio de sol



Um raio se sol
Invadiu a nossa cama,
Extasiando-nos
Nos esteios das horas...
Entre beijos intensos
Que tanto adoras
E abraços imensos
De quem muito ama.

Entrou ligeiro, sorrateiro,
Envolvendo-nos sem demoras
E sorriu-nos
Num ar eloquente da sua chama...
Incendiando a pureza
Da nudez que inflama
Teus olhos vestidos
Das lágrimas que agora choras.

Não vês meu amor...
Que o sol que acordou o nosso ninho
Nem sequer reparou no vasto desalinho
Do feliz conforto
Do nosso leito?...

Não sofras
Por o sol te ter visto nua,
A tua alma
É tão branca como a da lua
E só ele, depois de mim...
Possui esse direito!


- Moisés Correia -

6 comentários:

  1. Olá bom dia,

    como sempre lindos poemas... bj.

    ResponderEliminar
  2. Oi,Moisés!
    Seu blog é fascinante! Seus poemas transmitem muita doçura,emoção e talento!
    Beijos,
    Analine

    ResponderEliminar
  3. Q os dourados do Sol sempre aqueçam a chama tenue...

    lindos ventos pra ti

    alfacescanibais.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Muito show esse site o dono esta de parabéns se quiser pode colocar o link desse site no meu fica a vontade

    Meu site de tattoo Se me permite estou colocando um aqui também





    http://tatuagens-feminina.blogspot.com.br
     
     








    .

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…