segunda-feira, 25 de junho de 2012

Realidade







Na imensidão do céu

A tua luz, de mim se esconde

Procuro-te sem saber onde

Sem saber se me ouves

Quando chamo por ti.


Em mim, eu sempre te guardei

Neste peito onde trago

Poemas que escrevi em segredo,

Debaixo do céu onde habito.

Lá no alto te procuro

Na imensidão do escuro,

Arrasto os pensamentos

E viajo pelo tempo

Sonhando sem ter medo.


Na imensidão do céu

Não encontro respiração.


Procuro-te nas ruas

Entre os truques do desejo

Entre as estrelas e o mundo

Entre as palavras de um livro aberto.

Vejo apenas páginas vestidas de branco

Uma cidade sombria e nua

Um céu despido de estrelas,

Uma tremula luz de vez em quando.



Esta noite, já não há sonhos!

Nem viagens, nem miragens

Nem desejos, nem contos,

Apenas um céu de verdade.


Nunca eu me senti tão longe

Nunca tu estiveste por perto

Toda a luz de mim se esconde

Na tamanha imensidão da realidade.




- Moisés Correia -

14 comentários:

  1. Belas palavras...
    Todas se encaixam com perfeição!

    ResponderEliminar
  2. Muito show esse site o dono esta de parabéns se quiser pode colocar o link desse site no meu fica a vontade

    Meu site de tattoo Se me permite estou colocando um aqui também





    http://tatuagens-feminina.blogspot.com.br
     
     








    .

    ResponderEliminar
  3. Olá Meu Amigo...
    Dizer o quê sobre o seu poema?
    A sensibilidade aflora e o meu coração implora para ler e reler até absorver cada uma das suas palavras!
    Um abraço carinhoso e o desejo de que tudo esteja bem contigo!

    ResponderEliminar
  4. Olá, boa noite!
    Problemas vários fazem com que só agora esteja a regressar aos blogs.
    Vou ver se a partir de agora sou mais assíduo.
    Bom fim de semana para si!

    ResponderEliminar
  5. Otimos pensamentos!!Amei seu blog..Atenta para novos posts!!
    Abraços.

    ResponderEliminar
  6. Moisés,

    homenagem para ti no meu blog:

    http://www.nososcachorros.blogspot.jp/2012/08/blog-pensamentos.html

    Espero que goste!!!

    Abraxos

    ResponderEliminar
  7. Um poema cuja aragem não pode ficar por aqui.. se não o "amanhã, será igual ao hoje"
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  8. Um poema muito belo!
    Gostei do acaso, aquele, em que eu nem acredito,
    que me fez entrar aqui hoje.
    Se me permite a ousadia, sigo-o.

    Um abraço
    Sónia

    ResponderEliminar
  9. according to one jut, more than half a one thousand thousand you
    can be assured of the enormous money you will save in no metre.
    If you can't see what everyonewithin the surround of this metropolitan. division 21 E of the Jordan Take Flight and all leash are destined to be usable this month.

    Look at my page; tmin.net
    my site: marderum.Blogspot.Com

    ResponderEliminar
  10. É para mim uma honra acessar ao seu blog e poder ver e ler o que está a escrever
    reparei que se tem esforçado por nos dar o melhor,
    é um blog que nos convida a ficar mais um pouco e que dá gosto vir aqui mais vezes.
    Posso afirmar que gostei do que vi e li,decerto não deixarei de visitá-lo mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se ainda não segue pode fazê-lo agora, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    Que a Paz de Jesus esteja no seu coração e no seu lar.

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…