sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Gostava de ser poeta


Gostava de ser poeta…Ah! Como eu gostava…
O remoinho das locuções
Saltando em minha mente
Transparecendo na água corrente
A compreensão de um ser.
Visões ter, de trovador sem meta…
Ah! Como eu gostava de ser poeta.

Deslumbrar misteriosas visões
Em confusos turbilhões,

Sentir o jogo das palavras
E com elas brincar
Retratadas num jogo que gostava de jogar.

Pensamentos transportados,
O estrondear de emoções
Expostos em textos codificados
Tentando agradar corações.
Ah! Como eu gostava de ser poeta.

-Manzas-

8 comentários:

  1. Adorei aqui... amo poesias!
    Voltarei sempre!!!
    Bom domingo,
    Branca.

    ResponderEliminar
  2. Olá! Agradeço a sua visita, as suas palavras e sobretudo a oportunidade de estar aqui conhecendo a grandiosidade de seu blog.

    Fico feliz também que tenha gostado da seleção das músicas que fiz... sinal que temos gostos parecidos.

    Estarei sempre aqui, apreciando!

    Um abraço carinhoso ao seu coração Poeta!

    ResponderEliminar
  3. Olá, Moisés!
    Adorei o seu blog e o acróstico que fizeste.
    Eu também gostava de ser poeta.
    A imagem está perfeita.
    O pensamento incial do blog me deixou reflexiva.
    Agradeço a visita.
    Grande abraço

    ResponderEliminar
  4. Ola boa noite passei par te deixar um bjs e dizer-te que voltei aproveito para te desejar um feliz Natal bjs naty

    ResponderEliminar
  5. Como é que gostaria de ser o que já é?!
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  6. Este texto está de facto magnifico....assim como outros!!!
    Parabéns e continue a deliciar-nos com os seus poemas!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Olá Manzas! Estava olhando alguns blogs de poemas e, não pudia passar por aqui sem deixar meu comentário. Seus poemas tem aroma de simplicidade regados com total convicção e delicadeza. E este então? Tão doce por retratar algo que, nós poetas, passamos o tempo todo e quase nem nos damos conta disso. Talves pq elas "saltam a nossa mente". Abraço e voltarei aqui sempre que puder. Deixo o convite para visitar meu blog bebê *Bela Poeta. Aguardando...*Bela.

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…