sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

O grito de um poeta!



Num princípio de fim de noite

Reflecte o crepúsculo num copo vazio

Um cinzeiro se acende na espertina

Solta o fumo ao fundo do desvario

.

Uma mente sobe desgovernada

Estende os braços, toca a lua

Um corpo que só perde viaja no limite

Alcança no céu, vozes de uma alma nua

.

Espaço vazio em tempo demente

Um pedaço de nuvem, esperanças mortais

Foge preso ao medo de um sonho antigo

Solto pelos dedos que não apertam mais

.

Agarra-se a verdade de um segredo

Uma sombra de luz fica inquieta

Um beijo prometido perde-se pela demora

Cai numa perdida rua á descoberta

.

Um anjo desce ao abismo

Sobe o mar, abate-se o inverno

Entra fundo um punhal de gelo

Congela as chamas do próprio inferno

.

Uma maçã, á muito que foi roída

Um paraíso deixou a serpente falar

O sangue jorra sem se deixar ver

A carne fraca, teima em acreditar

.

Um homem tenta o impossível

Voar sem as asas que um deus não deu

Voam altos os medos, fés e nostalgias

Pelos campos das alegrias que já perdeu

.

Uma caneta transpira na mão

As palavras tentam descodificar pensamentos

Um lapidado complexo mundo interior

De quem nada vê por alguns momentos

.

Uma garrafa caída verte pingos de loucuras

Uma escrita grita num papel que não diz ais

Faz a dor escapar á mente de um poeta

Onde só uma folha em branco… o faz gritar mais!

.

-Moisés Correia-


11 comentários:

  1. Meu Amigo,saudade de o ler!
    Saudade mesmo!
    Saudade de sentir seu coração,de aceitar sua
    revolta!
    Saudade de ler a sua ALMA!
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  2. Olá Manzas!
    Belo poema!!! Neste teu grito de poeta!!!
    Parabéns!!!Gostei!!!
    Bom fim de semana,
    Abraço
    Lourenço

    ResponderEliminar
  3. *Acolho em meu peito o seu grito.
    *Ninguém está só, quando mesmo distante, encontra alguém que pensa e zela por nós.
    *Um suave bater de asas em seus pensamentos

    ResponderEliminar
  4. OLÁ QUERIDO MANZAS, EXCELENTE POEMA... SIMPLESMENTE ... S U B L I M E ... VOTOS DE UM MARAVILHOSO FIM DE SEMANA...
    ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  5. Se a tua sensibilidade te faz perceber,

    Toda a beleza do mundo, em sua criação,

    Deus te fez poeta... e veja, ao te conceber,

    Colocou o mundo dentro do teu coração!


    Só o poeta se encanta com as estrelas,

    Só o poeta sabe ouvir o som do mar...

    Só o poeta faz as rimas; e ao concebê-las,

    Traduz no poema o doce som do verbo amar.


    bjs de poeta.

    simone

    ResponderEliminar
  6. Passei para deixar-lhe um abraço,
    Manzas,amigo
    saudades.

    e um bom feriadão.
    Excelente post!
    O dom da palavra
    da escrita, da leitura,
    dádiva divina
    criação, criatura,
    Boas energias,
    Mari

    ResponderEliminar
  7. "Não deixe de acreditar no amor, mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá, manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam, e certifique-se de que quando estão juntos aquele abraço vale mais que qualquer palavra."

    ResponderEliminar
  8. Para se roubar um coração, é preciso que seja com muita habilidade, tem que ser vagarosamente, disfarçadamente, não se chega com ímpeto,
    não se alcança o coração de alguém com pressa.
    Tem que se aproximar com meias palavras, suavemente, apoderar-se dele aos poucos, com cuidado.
    Não se pode deixar que percebam que ele será roubado, na verdade, teremos que furtá-lo, docemente.
    Conquistar um coração de verdade dá trabalho,
    requer paciência, é como se fosse tecer uma colcha de retalhos, aplicar uma renda em um vestido, tratar de um jardim, cuidar de uma criança.
    É necessário que seja com destreza, com vontade, com encanto, carinho e sinceridade.
    Para se conquistar um coração definitivamente
    tem que ter garra e esperteza.

    ResponderEliminar
  9. Oi Manzas...
    Já libertei muitos gritos por aí...
    Muitas vezes eu acabei preferindo os guardar dentro de mim na tentativa de sufocar a dor que sentia.
    Verdade é que as palavras escritas, lembram o que passamos, e deixamos marcas gravadas nas páginas da vida...
    Palavras faladas, lembram que passamos, e deixamos marcas gravadas nas mentes...
    Palavras pensadas, sentidas e vividas, lembram que deixamos marcas gravadas nos corações...

    Assim vamos vivendo entre gritos e silêncios!

    Um beijo carinhoso

    ResponderEliminar
  10. "Um homem tenta o impossível

    Voar sem as asas que um deus não deu"

    maior que o grito de um poeta, é o desejo de dar vida as palavras...
    Tal a emoção e força que emama delas...

    Querido, acho que a magia da blogosfera é essa...
    A gente some, reaparece, e tudo continua igual... a poesia não morre... os poetas não cessam de colocar a lama em seus peomas...

    E nós, pobres mortais, nos embebedamos de pura ilusão e seduçao...

    Beijos!

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…