sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Janela de sonhos…






Desta janela de sonhos, portal intemporal


Sinto a brisa que passa e arde em minha ávida carne


Arroubo de exageros que me fervilham até tarde


Sentindo a sós tua voz, ao toque de um sabor carnal!



Rasgo de desejos, teus seios a minha alma invade


Em sorrateiros beijos que se estendem á tua boca rubra


Que em lasciva loucura, arfa para que teu corpo descubra


Divida adquirida por paixão, que sofre para que a magia a salde!



Janela de cortinas invisíveis que descortinam loucuras a dois


Num céu onde só brilham estrelas de emoções… que depois


Correm como os rios, pelos desvarios da fantasia…



Como cavalo em fuga que foge pela estrada da saudade


Corro nesse brilhar fosco da noite, em trilho da verdade


Solto a sonhar, até ver o amanhecer de um novo dia!



-Moisés Correia-

10 comentários:

  1. Oi meu amigo, tudo bem?
    Que lindo seu texto, show demais,amei!
    Bom fim de semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. "... E de novo acredito que nada do que é
    importante se perde verdadeiramente
    Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas,
    dos instantes e dos outros.
    Comigo caminham todos os mortos que amei,
    todos os amigos que se afastaram,
    todos os dias felizes que se apagaram.
    Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

    Miguel Sousa Tavares

    Desejo um lindo final de semana.
    Abraços com carinho.

    ResponderEliminar
  3. *Em uma dessas janela de sonhos, encontrei um grande amor.
    *Hoje, ele faz parte de tudo o que há em mim.
    *Um suave bater de asas em seus pensamentos

    ResponderEliminar
  4. Não venho aqui a tanto tempo!
    Saudades..
    será que dessa vez você passa no meu
    blog?
    Te aguardo
    bjins entre sonhos e delírios

    ResponderEliminar
  5. Olá, antes de mais nada, parabéns pelo blog!
    E por acha-lo de muito bom gosto é que o/a convido a vir conhecer a proposta do meu Blog para você.

    Aguado sua visita!

    Forte abraço!

    Karina

    ResponderEliminar
  6. Oi Moisés!
    Seu poema descreve com tanta emoção todas aquelas sensações e prazeres de se estar ao lado da pessoa amada. Lindo!
    Quando quiser fazer-me uma visita, fique à vontade.
    Abraço,
    *Bela.

    ResponderEliminar
  7. Mais uma vez parabéns. A inspiração é uma constante neste blogue.
    Abraço
    Vera Lucia

    ResponderEliminar
  8. Oi Poeta...
    fiquei por algum tempo olhando a imagem da janela... Fiz uma viagem em pensamentos!

    Um soneto sentido e com a sua marca de expressividade.

    Gostei muito!

    Um beijo carinhoso

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…