sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

O paraíso do amor eterno!


Batiam leves e suaves, as ondas num fim de mar

A gaivota caminhava parecendo não saber voar

Num fim de dia, onde o sol se escondia…

No limiar da noite, a lua chegou como o vento

Um velho penedo cedeu-me seu assento

E ali sentei-me nesse silêncio que me envolvia!

.

Adormeci meus olhos, libertei meu peito

Hás palavras que voavam caladas e sem jeito

Soltas num céu de sonhos, minhas emoções…

Instantes depois, ouvi um eco inconfundível

Resposta que sorrindo, vinha em timbre irresistível

No mesmo tom em que canto minhas canções!

.

Meu rosto espelhou o mais puro sentimento escondido

No teu, o reflexo do sorriso que pensara ter perdido

Reflectindo na minha alma, o olhar da eternidade…

Acenei-te com um gesto… mas muitos mais tentei

Quando vi que com iguais gestos, me acenavas também

Como se fossemos um só… o sonho da verdade!

.

Então estendi minha mão, diante aos olhos da lua

Minha boca vestiu-se de desejo para beijar a tua

Tentando tocar teu rosto do modo mais meigo e terno…

Mas por ti fui surpreendido e tocado primeiro

Ficando a saber e sentindo nesse instante verdadeiro

Como se pode viver em vida… o paraíso do amor eterno!

.

-Moisés Correia-

18 comentários:

  1. Paraíso...Eterno... Palavras mágicas!

    Excelente.
    Um abraço.
    Marcelo.

    ResponderEliminar
  2. Belissimo poema...palavras lindas

    Adorei

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  3. Que leveza de palavras! Não tem como não deixar de sentir doces sensações ao ler este poema. Traduz quase tudo o que um amor eterno pode proporcionar. Divino!
    Abraço e visite-me quando quiser.
    Vanessa.

    ResponderEliminar
  4. O poema é lindo, as palavras mágicas sobre o amor eterno.......e gosto da imagem!
    Parabéns pelo talento e com esta sensibilidade só podia VIR DUM signo de peixes....
    HELENA

    ResponderEliminar
  5. Lindas palavras!
    O amor é eterno enquanto acreditamos nessa possibilidade...

    Bom fim de semana pra vc!

    ResponderEliminar
  6. Quando o amor existe o paraíso vive em nós
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. *Tudo se torna possível quando as asas que movem e impulsionam são as do verdadeiro amor.
    *Um suave bater de asas em seus pensamentos

    ResponderEliminar
  8. Fico a ler a tua bela poesia, Moisés!

    Não faço a minima ideia porque me deixáste de visitar.
    Mas, venho eu aqui!

    Resto de Bom Domingo.

    Maria

    ResponderEliminar
  9. É maravilhoso quando sentimos que não sonhamos só... Que junto ao nosso coração outro pulsa com a mesma canção!

    Bonito Manzas! Muito bonito o que seu coração sentiu e você externou em palavras.

    Uma bela semana para o seu coração.

    Beijos com o meu carinho

    ResponderEliminar
  10. Que a minha solidão me sirva de companhia,
    que eu tenha coragem de me enfrentar,
    que eu saiba ficar com o nada
    e mesmo assim me sentir, como se
    estivesse plena de tudo".

    Clarice Lispector


    Desejo uma linda semana para você.
    Abraços com todo meu carinho

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  12. Manifestação Pura da Poesia Viva!!!!
    Realmente encantador!

    ResponderEliminar
  13. Vim aqui visitar esse lindo paraíso de amor eterno. Quantas palavras bela e contagiantes.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  14. I like your writing! :)
    Se quiser, passe no meu blog. :)

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…