quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Carta lacrada




Redigi de ti no pulsar do meu ser
Infinidades, numa carta guardada...
Que o sol não nascerá sem saber
Se tu... estarás acordada

Que as pedras do chão se cobrirão
De frescas rosas, pétalas vermelhas...
Onde teus pés suaves deslizarão
Em mil luxúrias de centelhas

Que o grito dos ventos em fúria
Ecoarão por não te ver sorrir...
O mar se tornará vazio e na lamúria
Gaivotas em terra poderão cair

Que o universo irá girar ao contrário
Se por um segundo ficares amargurada...
Os rios ficarão desertos no estuário
Da poesia, trazendo a madrugada

Que os nós apertados nos apertos
Do meu dócil coração sem mãos...
Te acariciariam nos balanços dos berços
Em subtileza margeada de beijos sãos

Que sem ti, o gelo derreterá abundante
Nas planícies do meu peito...
No jardim brotará a rosa errante
Murchada na descrença por defeito

Que por ti, treparia o mais íngreme penhasco
De olhos cerrados só para te ver...
Em sumptuosas enfurecidas tempestades
Caminharia num deserto até morrer

Que a ti, te daria toda a minha vida
Sem fôlego ficaria no interior de mim...
Contigo viveria cem anos, menos um dia
Para não ter o desgosto de viver sem ti

Que por desenterrares de mim
Tamanha fortuna guardada...
Reparto a lágrima que cai por fim
Fechando assim... esta carta lacrada
.
-Manzas-

112 comentários:

  1. Impressionantemente belo.Emocionei-me.
    Beijoo.
    isa.

    ResponderEliminar
  2. Adorei! Aliás, gosto das tuas quadras...beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. q ela chegue ao destino...para q o desejo nela expresso se concretize em sonho de amor!
    bj

    ResponderEliminar
  4. Amigo Manzas,
    Parabéns por mais um sensível poema.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  5. Mesmo que lacrada
    voará no seu destino
    Por essa lágrima derramada
    Acordará um sonho pequenino!

    Amei os teus versos!

    Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  6. "Que a ti, te daria toda a minha vida
    Sem fôlego ficaria no interior de mim...
    Contigo viveria cem anos, menos um dia
    Para não ter o desgosto de viver sem ti"....

    Que lindo.... simplesmente maravilhoso!

    ResponderEliminar
  7. Uma carta deveras emocionante meu amigo...beijos

    ResponderEliminar
  8. A lágrima então lacrou a carta. Ainda bem que a li antes do lacre. Belíssima! Acredito que todas as mulheres que por aqui passarem sonharão em receber uma cata assim.
    Manzas, voce conseguiu me emocionar.

    Parabéns, amigo!

    Um forte abraço

    Mirze

    ResponderEliminar
  9. Gracias por dejar una esperanza en mi blog! ^^
    Me gusto mucho esta ultima entrada
    Te sigo!

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  11. Eu acredito que há muita beleza no que é misterioso ou em coisas que nem sempre são tão acessíveis, como uma carta lacrada. Isso da asas a imaginação e pra mim esse é o melhor dos vôos. Toda vez que entro no seu blog sinto uma paz inquietante, se é que você me entende. A imagem do pôr-do-sol me fascina, simplesmente por que eu sou loucamente apaixonada por ele. Continuarei por aqui

    ResponderEliminar
  12. Quando te sentires só, olha para o sol e a lua e vê que eles tambem estão sozinhos e nem por isso deixam de brilhar "
    perfeito... Essa sua Musa com certeza é uma deusa! Continuo lendo os teus relatos.
    beijão verde e amarelo

    Mari

    ResponderEliminar
  13. Frescas rosas trazendo a madrugada,de um dócil coração errante, fortuna guardada.
    No jardim deserto até morrer, pétalas vermelhas em mil centelhas.
    Da poesia uma rima amargurada, registo....ESTA CARTA LACRADA.
    Alma e coração de poeta, que predure cem anos e mais um dia....
    Um beijo em sinete de ouro(porque só assim se pode lacrar esta carta).
    Nely.

    ResponderEliminar
  14. Que lindo Poema Moisés, sensibilidade pura...vim pelo Blog da Xana, o Retalhos...e com certeza te visitarei mais vez...Abraços pra ti..;)

    ResponderEliminar
  15. Lindíssima amigo essa carta lacrada, mas deixa aberta para que todos a sorvam da sua beleza.

    Quando um dia precisar me declarar a alguém rss virei ter contigo pedir ajuda pois ninguém poderá resistir a palavra se sentimentos tão lindos como os descreves por aqui.

    Boa continuação de inspiração( dás o segredo?)
    Jinhos

    ResponderEliminar
  16. " Cartas iluminam vidas inteiras, pois revelam aqueles instantes de alma que de tão rápidos, passam despercebidos."

    Esqueci o autor!

    A carta é linda, lindo poema!

    Bjs :)

    ResponderEliminar
  17. QUERIDO MANZAS, SUBLIME POEMA COMO JÁ VEM SENDO APANÁGIO DO TEU BLOGUE... ADOREI AMIGO!!!
    UM GRANDE ABRAÇO DE AMIZADE,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  18. QUERIDO MANZAS, TENHO PARA TI UM CARINHO, ESTÁ NESTE MEU BLOGUE NO LADO DIREITO, BLOGUE DOURADO... GOSTARIA QUE O RECEBECES... BJS FER.

    ResponderEliminar
  19. Hhehe adorovim no teu blog, escutar essas musicas e ler teus poemas!
    ^^
    queria escrever assim!
    Obrigda pelas visitas beijos ^^^
    me encantei por essa parte:
    "Que sem ti, o gelo derreterá abundante
    Nas planícies do meu peito...
    No jardim brotará a rosa errante
    Murchada na descrença por defeito"

    ResponderEliminar
  20. que lindo esse poema, super tocante. adorei aqui :D

    ResponderEliminar
  21. Que delicadeza de palavras, de versos...
    estou encantada...
    bjins entre sonhos e delírios

    ""Que por desenterrares de mim
    Tamanha fortuna guardada...
    Reparto a lágrima que cai por fim
    Fechando assim... esta carta lacrada""
    .
    -Manzas-

    ResponderEliminar
  22. ..."Que a ti, te daria toda a minha vida
    Sem fôlego ficaria no interior de mim...
    Contigo viveria cem anos, menos um dia
    Para não ter o desgosto de viver sem ti."

    Abissal

    bjus, poeta!

    ResponderEliminar
  23. Por ti desbravaria esse mundo virtual, só pra ver se és real...
    E sendo real, o universo exploraria, só pra te encontrar...rsrsrs

    Lindo seu poema!


    Um beijo avassalador!

    ResponderEliminar
  24. Postal

    Escrevo cartas.
    A mim.
    Quem me entrega?

    Quem me as entrego
    Quando as remeto?
    Remorso.
    As leio antes de enviar.
    Remeto cartas
    Que nas entrelinhas endereçam:
    A mim.
    Como farei para enviá-las?
    Como lê-las?
    Finjo que escrevo aos outros
    Remeto cartas ao mundo.
    Só assim um dia irei vê-las.

    Texto: Carla Guedes

    ResponderEliminar
  25. Grato pela passagem por Leiria.
    Não há vida sem poesia...
    Que acrescentar mais aos rasgados elogios que aqui já lhe teceram os meus antecessores?
    Um abraço amigo
    António

    ResponderEliminar
  26. ...um chão de pedras coberto de pétalas de rosas e essa carta lacrada, selada por dois corações...Manzas, um Poeta do maior Romantismo!
    Todo o meu afeto!!!

    ResponderEliminar
  27. Caro Manzas, obrigado pela visita e pelas simpáticas palavras. Retribuo.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  28. homens romanticos e apaixonados é tudo de bom!!

    bjosss...

    ResponderEliminar
  29. há tempos quero vir aqui em sua morada manzas....e que bela surpresa tive eu em vir cá^^

    linda poseia....adorei tua sensibilidade.....

    voltarei aqui....vou ler vc com mais e mais atenção^^

    beijinhos da pretah^^

    ResponderEliminar
  30. Lindo!
    Aliás, tudo que escreve é lindo!!

    Beijos

    ResponderEliminar
  31. Talentoso Amigo:
    Um texto belo de amor.
    As palavras afirmam-se num fantástico e fabuloso "sentir" em corpo feminino.
    Um inconfundível poetar de fascínio.
    "...Que sem ti, o gelo derreterá abundante
    Nas planícies do meu peito...
    No jardim brotará a rosa errante
    Murchada na descrença por defeito..."

    Perfeito num Ser Humano gigante.
    OBRIGADO pela simpatia expressa, lá, no meu "cantinho". Adorei!

    Abraço de cordialidade e respeito imenso.
    Sublime, o seu precioso "sentir" poético.
    Com admiração

    pena

    Voltarei. Seria condenável se não o fizesse.
    Bem-Haja, amigo!

    ResponderEliminar
  32. Texto mmuito
    bonito! Gosto de ler poemas, de escrever não tenho todo esse talento! Fique a vontade pra voltar aomeu blog.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  33. Palavras com muita paixão como sempre, não haverà ninguém que passe por aki e fique indiferente a elas... Adorei bom fim de semana bjs

    ResponderEliminar
  34. O que fazes com as palavras me impressiona!Lindo!

    Namaste!

    ResponderEliminar
  35. Depois volto com calma.....rs
    Tem MEME pra vc no meu blog
    beijos

    ResponderEliminar
  36. Querido Manzas,
    Impossível não gostar dos teus lindos poemas, sempre tão cheios de sentimentos que acaba nos envolvendo.

    Bjss

    ResponderEliminar
  37. A noite...
    Companheira de tantos amantes e outros tantos que o não são...mas que almejam ser!
    A noite...
    Cúmplice dos desejos traçados em papel, ás mãos de quem os sonha.
    A noite...
    Que pode ser negra como breu...ou brilhante como um raio de sol...
    Na noite me perco...
    ...na noite me encontro!
    bjs

    ResponderEliminar
  38. Opaaa! Um "eterno abraço" pra você tbm..belo blog!
    :P
    Beijos

    ResponderEliminar
  39. Oi, tem selo para ti, vai la e pega rapidinho, nao esquece ta?
    Beijinhos Belzinha

    ResponderEliminar
  40. ae véio duká seu poema, obrigado pela visita e continue escrevendo, tu manda bem

    ResponderEliminar
  41. Me pareceu um sentimento muito forte, que desbrava mundo, e foi desbravado.

    abraços

    ResponderEliminar
  42. oi Manzas..... isso näo é uma carta lacrada
    isso é mais um testamento de amor..basta ler a parte final....conclusäo... como sei que vai ser dificil Tu viveres tantos anos (100) aproveita a vida e Ama com muita intensidade para que possas te sentir realizado... e até lembrado pelo amor que vais deixando......
    um abraco........ boa noite obrigada pela Tua visita.........
    Rui

    ResponderEliminar
  43. Grata pela visita e:

    A carta escrita e não lida
    guarda a promessa lacrada
    da ímpar paixão duma vida
    ao papel e à luz declarada.

    Um beijinho.

    Isabel Branco

    Isabel Branco

    ResponderEliminar
  44. best of:

    * No jardim brotará a rosa errante
    Murchada na descrença por defeito

    * Que por ti, treparia o mais íngreme penhasco
    De olhos cerrados só para te ver...
    Em sumptuosas enfurecidas tempestades
    Caminharia num deserto até morrer

    *Que por desenterrares de mim
    Tamanha fortuna guardada...
    Reparto a lágrima que cai por fim
    Fechando assim... esta carta lacrada


    Clap clap clap

    Grande abraço para ti, Manzas :)

    Daniel

    ResponderEliminar
  45. Adorei ler os lindos pensamentos aqui postados.
    Também voltarei mais vezes.
    Obrigada pela visita ao Maldosas.
    Um xero.

    ResponderEliminar
  46. oiiii, obrigadaaaaa pelo carinhooo, amei seus poemas, são únicos, parabéns, bjocas da yzy

    ResponderEliminar
  47. Não conhecia e não sabia o quanto de belo pedia...
    vem...e percebi...quão gratificante é estar aqui!

    Abraço,
    BShell

    ResponderEliminar
  48. Venho agradecer a visita e retribuir o carinho...
    Lindo tudo por aki...
    Voltarei sempre tbm...

    Bjo

    ResponderEliminar
  49. Acabo de conhecer teu blog e já estou encantada com a tua poesia. Passarei sempre por aqui.

    ResponderEliminar
  50. "Contigo viveria cem anos, menos um dia
    Para não ter o desgosto de viver sem ti.."

    perfeito...

    Gostei de jeito profundo de escrever...

    **

    ResponderEliminar
  51. Obrigada pela visita ao meu blog ! Também adorei passear por aqui e com certeza voltarei para te ler !
    bjs

    ResponderEliminar
  52. que lindooo! =)

    qual blog usa??? esse mesmo ou o outro??? =)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  53. Já li... e sei que ( ainda bem ) outros também repararam.

    "Contigo viveria cem anos, menos um dia
    Para não ter o desgosto de viver sem ti"

    Sem dúvida...
    Obrigado.

    ResponderEliminar
  54. ahh!
    que lindo *-*
    amei.
    muiito perfeito

    ;D

    ResponderEliminar
  55. Seu poema és lindo.estarei sempre aqui lhe seguindo.
    Amei seus textos.
    abraços

    ResponderEliminar
  56. Muito bonito o que você escreveu.


    Um abraço

    ResponderEliminar
  57. Um poema para ser significado...para que isso aconteça...tire o lacre...parabéns
    Um abraço na alma

    ResponderEliminar
  58. Um final inesperadamente belo.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  59. ah... o amor...
    com o mesmo amor que passo aqui

    abç,
    teresa

    ResponderEliminar
  60. Belo!

    Gostei de mais uma vez passar por cá!

    Bom fim de semana

    Beijinho

    ResponderEliminar
  61. Olá.
    Obrigada por sua visita e por seu comentário.
    Gostei do poema.
    Apareça...
    Beijos e upas.

    ResponderEliminar
  62. Olá Manzas!
    Lágrimas rolaram em minha pálida face ao ler palavras tão belas..
    A cada dia vc me emociona mais e mais.
    bjo grande

    ResponderEliminar
  63. Uma linda carta-poesia!

    Um belo amor!

    Imagino que a pessoa destinatária da carta
    esteja feliz ao ler belíssima declaração de amor.

    Obrigada Manzas por sua visita e palavras.

    ResponderEliminar
  64. Ah, que lindo! achei super linda a sua poesia, a parte que eu mais gostei foi essa:

    "Que o grito dos ventos em fúria
    Ecoarão por não te ver sorrir...
    O mar se tornará vazio e na lamúria
    Gaivotas em terra poderão cair"

    Realmente o mundo parece que vai desmorronar por aquela pessoa tão amada.

    Valeu pela visita no Gossip Girl.


    BeijOs!

    ResponderEliminar
  65. Nossa muito bonito texto, kero amar um dia para mandar um poema assim...

    abrazzz

    ResponderEliminar
  66. Ufa...Amigo Manzas cheguei a tempo antes do lacramento rsss..Que lindo rapaz poeta! Sou fã cada vez mais. Abraços

    Na noite tudo se perde
    Mora a sombra, o desvario
    A indomável vontade do amor
    Tem a força de um Rio
    O Profeta

    ResponderEliminar
  67. Meus parabéns, muito bonito o poema.
    Beijo

    ResponderEliminar
  68. ¡Soberbio! Me pierdo en tus poemas como el sol en el horizonte, místico y bello, así sin fronteras, reconozco la luz.
    Un gran cariño, Manzas.

    ResponderEliminar
  69. *
    que leves
    a carta a Garcia,
    ,
    desejo,
    ,
    abraço,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  70. Belíssima carta, amigo. Que tenha um feliz destino.

    Ótimo fim de semana. Beijo

    ResponderEliminar
  71. Maravilhoso, extremamente inspirador.
    Parabéns!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  72. Passa lá no meu blog...tem uma brincadeira!!
    Passa lá!!

    Bjs

    Tenha um ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
  73. Obrigado pelo comentário, e me sinto honrando por ter gostado do meu lugarzinho. :D

    És muito talentoso, li uma parte das suas poesias e gostei bastante. É profissional?

    Abraços.

    ResponderEliminar
  74. Obrigada pela visita no meu blog! Seja sempre muito bem vindo. Adorei esse cantinho seu aqui!

    Grande abraçooooo!

    ResponderEliminar
  75. não deixe que as lagrimas borrem doces palavras...

    adorei seu texto.
    Adorei tb suas palavras no meu blogger.
    Por encrivel que pareça a sensibilidade de alguns tem me ajudado!
    Obrigada.

    Beijo procê!

    ResponderEliminar
  76. Bela ... demasiado bela ... quem não gostaria de receber uma missiva assim ...

    O eterno beijo ...

    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  77. Manzas,
    você encarna a poesia com uma paixão cativante!
    Não é de hoje que Portugal nos surpreende!
    Agradeço-lhe e fico até lisonjeado pela sua visita ao meu modesto blog.
    Com admiração um forte abraço!

    ResponderEliminar
  78. Olá!
    Obrigado pela visita!
    Gostei do teu blog, escreves muito bem!!
    Abraço!!

    ResponderEliminar
  79. Nossa... estou sem palavras. Que blog lindo!!!
    Tudo aqui é tão legal, tão bem feito, amei.
    E os seus poemas são tão intensos e lindos. Quero sempre voltar aqui, para ver seus pensamentos e volte no meu blog mesmo, será sempre muito bem vindo lá no meu cantinho.

    Beijoos

    ResponderEliminar
  80. Querido Manzas,
    Tenha um final de semana lindo.

    Bjss

    ResponderEliminar
  81. Olha que beleza de poema, todos em casa leram e adoraram.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  82. Olá!

    Mais um belo e sentido poema. Que nos transporta, para lá do sonho, para lá da utopia.

    Um abraço

    Um bom fim de semana!

    Mário

    ResponderEliminar
  83. Grandes trabalhos por aqui, sem duvida imensa arte no que fazes.
    Abraço,
    Nuno

    ResponderEliminar
  84. Alguém que despertou em Ti um Mundo de emoçºoes, alguém que se tornou na Tua vida, mas acima de Tudo ALGUÉM que descobriu em Ti e te fez descobrir o Teu lado Melhor, aquele lado que só o amor consegue, aquele sorriso franco, aquele olhar, aquele rosto que se vÊ a felicidade de dentro... Esse alguém desenhou-te uma lágrima que lacrou tão bela carta de Amor...
    Parabéns por Tudo.
    Beijo

    ResponderEliminar
  85. Um belo e sentido poema. Onde somos transportados, para lá dos sentidos, para lá das emoções.

    Um bom fim de semana

    Um abraço!

    Mário

    ResponderEliminar
  86. Lindo... simples e perfeito!

    Adorei aqui, com certeza voltarei mais vezes!

    Obrigada pela visita no meu blog.


    *bjoO!
    =]

    ResponderEliminar
  87. Olá Manzas.
    Li com muito interesse o teu(s) poema(s) e gostei.
    Andei também pelo outro blogue e impressionou-me o teu relato.
    Voltarei mais vezes.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  88. Estás numa fase de grande produção poética...textos muito bem elaborados, parabéns
    um abraço e bom final de semana

    ResponderEliminar
  89. Olá...
    Recebi duas visitas suas e só agora pude vir conhecer seu espaço... encantador.
    Imagens lindas e textos de muito bom gosto.
    Parabéns!
    Bom fim de semana!
    Até breve!

    ResponderEliminar
  90. Menino, feliz daquela que é sua inspiradora, amor assim, e poeticamente descrito dessa forma maravilhosa, é desejo de todos, parabéns , beijocas

    ResponderEliminar
  91. Que bonito!
    Obrigada por seu comentário!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  92. LIndo , adorei ... é bom achar na blogsfera doses de beleza ... para enfeitar a mente

    ResponderEliminar
  93. É maravilhoso a maneira como vc escreve,parabéns.

    Fim de semana de luz amigo.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  94. Pow Manzas...
    Antes de mais nada gostaria de agradecer a passada lá no meu BLOG e tb dizer que é sempre um prazer.
    .
    Num precisa nem dizer que vc já é sucesso né?
    Isso é indiscutível...
    Mas tipo, como sou realmente novato nessa área, tenho uma pergunta: ESSES POEMAS SÃO SEUS MESMO?
    Se forem, desde já deixo os parabéns pela qualidade e pelo conteúdo!
    Abração '
    -Thirujo-

    ResponderEliminar
  95. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  96. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  97. São sim Manzas...palavras sentidas
    Vindas do mais intimo pensamento
    Na simplicidade da minha alma
    Sinto meu coração ao relento...
    Que adormece em sentimentos latentes
    Nessa realidade que só entende, quem sente!

    Obrigada por suas palavras!

    ResponderEliminar
  98. Desculpa ter apagado os comentários anteriores,
    estava dando erro!

    ResponderEliminar
  99. Perdõe só hoje ter visitado o seu Blog, mas tenho o meu tempo muito ocupado!
    E perdõe, porque já me apercebi que o Moisés é uma pessoa admirável, generosa e cheirando a amor, assim como o seu Blog!
    Estou encantado com tudo o que vi!

    Ambos defendemos a Paz, a harmonia e o Amor!

    Que melhor afinidade!

    Abraço fraterno

    ResponderEliminar
  100. Apoiado a uma vara, Moisés seguro
    Num momento de alma, tua lei de ouro
    A tua presença me guia, me abraça e cobre
    Mari Amorim

    ResponderEliminar
  101. Uma carta lacrada não diz nada... vc sim é pura paixão!
    Bjs querido!

    ResponderEliminar
  102. Incrível..
    Como é perfeito..
    sonharei com vc o resto de minha vida...
    beijoss

    ResponderEliminar
  103. Parabéns pelo lindo poema!
    Emocionante.
    Encantador.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  104. Manzas

    Demorei algum tempo
    A vir esta carta "deslacrar"
    Andei de poema em poema
    as tuas palavras a degustar.

    Beijinho

    MV

    ResponderEliminar
  105. Onde estarão as palavras
    Que arrancaste do meu coração?
    Se delas não sei, nada então direi.

    É só emoção este Blog!
    Bem haja!

    ResponderEliminar
  106. Adorei seu cantinho... voltarei muitas vezes...
    Entre tantas palavras lindas escolhi essas pq no momento é o q mais combina com o q estou passando...

    BEIJO COM CARINHO

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…