segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Prisioneiro


Coabito num instante fugaz
Acorrentado ao infinito amor…
Desamarro liras que me traz
Incensos ardentes…de odor em dor

Ofuscado nos meus sentidos,
Transpiro o furtar do teu fôlego…
Apunhalado pelos errantes delírios
Escorrego na solidão do desaforo

Os ventos refrescam a boca sofrida
Aprisionando nas grades, o desejo…
Solto um leve grito em voz dorida
O profundo sussurro de um beijo

Fervilha as veias atadas em desalinho
Queimando o sol que ilumina o negrume…
No queixume respiro dormindo
O silêncio deserto do teu perfume

O luar ausenta-se do meu peito,
Cerro dentes no fio frio que me vences…
Articulo a tua ausência sem jeito
E danço no fogo quando me sentes

Abrigo-me prostrado na demência
Enleado nas correntes do devaneio…
Na teia tecida pela dependência
Aqui permanecerei teu prisioneiro
.
-Manzas-

103 comentários:

  1. Uauuuu, que poema lindo!
    Queria ser a primeira a te desejar uma ótima semana!
    Bjs e sorrisos coloridos!

    ResponderEliminar
  2. Que bello grito de amor !!!
    saludos Marta

    ResponderEliminar
  3. Manzas,
    Delicia de texto...
    me encanta refletir por aqui.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderEliminar
  4. Manzas,
    Venho aqui todos os dias,e todos os dias me emociono, estou lendo os relatos,deixei meu email,todos os poemas são lindos,mergulho como
    se fizessem parte de mim.Parabéns!
    Tenha,uma semana iluminada.
    beijos, verde e amarelo
    Mari

    ResponderEliminar
  5. Lindo Manzas, apaixonante.

    Bjs no coração

    ResponderEliminar
  6. Que poema lindo, tocante, intenso.
    Frases poderosas que enebriam e nos faz sentir mais vivos, mais sentidos, agrilhoadas aos sentimentos, ás palavras do Poeta.
    Prisioneira sem estar presa, cativa sem ter algemas a não ser as que me prendem...aqui.
    Um beijo solto e livre como reconhecimento por tanto encanto.
    Nely.

    ResponderEliminar
  7. Prisioneiros de nós?
    Somos todos.
    Do amor apenas os eleitos, como tu.
    Neste Mundo que estou agora a descobrir encontro Mundos para além daquele que vivo e está a ser enriquecedor.
    Um abraço
    JMartins

    ResponderEliminar
  8. Olá poeta, como você escreveu bonito este PRISIONEIRO, a gente le e rele, pois fica no ar ás palavras da alma poeta, meus cumprimentos, com admiração,Efigênia

    ResponderEliminar
  9. Adorei esta foto sensualíssima e as tuas palavras!! Beijos.

    ResponderEliminar
  10. Sabe... não ando podendo ler poesias assim.
    Ando com a sensibilidade a flor da pele.
    E é ler...e pronto...as lágrimas teimam em cair!
    Tocante e bela a sua poesia!
    Meu coração está como o da imagem...
    *
    pausa para recompor...
    *
    Sua poesia está em blog, foi difícil escolher uma, pois gosto de todas!
    Mas... a escolhida tem um significado especial para mim.
    Obrigada por permitir e por tudo!

    Um beijo com meu carinho e agradecimento!

    ResponderEliminar
  11. Lindo e profundo,Manzas!
    Um dia maravilhoso pra você!
    Namaste!

    ResponderEliminar
  12. Ardente...
    nas grades dessa paixão
    silenciada na corrente
    dos teus versos em explosão...!

    Beijos

    ResponderEliminar
  13. *
    prisioneiro do sentir,
    em cativeiro do desejo,
    ,
    abraço
    ,
    *

    ResponderEliminar
  14. Um excelente semana pra você também! Estarei te acompanhando

    ResponderEliminar
  15. linda esta forma de ser prisioneiro do amro
    beijos

    ResponderEliminar
  16. ¡Cuánta pasión! Hermosas imágenes, fuertes, apasionadas, dulces... todo un sentimiento.
    Un abrazo, amigo.

    ResponderEliminar
  17. que coisa mais linda nessa vida...
    parabens pelo texto, suas palavras são divinas...
    beijos e Boa Tarde !!!

    ResponderEliminar
  18. Grande garoto!
    Existe beleza até no desespero da falta de nossas paixões. O que seria da vida se não fossem os artistas?
    Abraços brotherzinho!
    Boa semana

    ResponderEliminar
  19. Querido Manzas,

    Os mais belos versos de amor jorram tristeza e dor. Esses não poderiam ser diferentes.

    Beijos,
    Inês

    ResponderEliminar
  20. Querido manzas...
    que mais dizer?

    Tu és Dono e Sr das palavras, fica-se sem saber o que escrever que não seja insignificante perante a beleza do que deixas fluir do coração e sensibilidade.

    As fotos são excelentes e dão um quadro mais forte ao que se lê.

    Venho cá todos os dias mas nem sempre comento porque como digo fico emudecida.

    Li no blog da minha amiga Tatiana um dos teus poemas e estava a pensar que conhecia aquela forma de escrever...pois eras tu:-)

    Beijinhos e meu carinho sempre.

    ResponderEliminar
  21. Me responde:
    Por que amor, querer, prazer está tão relacionado ao sofrimento, a dor, a um desespero sem sinônimo ou encontrado em dicionários?
    Louco isso!
    Beijo, Manzas!
    .................Cris Animal

    ResponderEliminar
  22. Belíssimo poema!
    "O silêncio deserto do teu perfume"
    Fiquei presa neste verso, mas o conteúdo do poma é um "todo" de amor.

    Parabéns, amigo

    Abraços

    Mirze

    ResponderEliminar
  23. Quando o talento faz parte da alma, ela, a solidão é uma luz apagada entre as sombras daquilo de que nos escondemos...
    Só na solidão se consegue criar e dar a conhecer ao mundo o que nos vai dentro.
    ...que a Alma premaneça assim repleta desse sentir...é bom estar acompanhado e bem acompanhada. bjs

    ResponderEliminar
  24. Curiosamente tinha lido versos seus,"amores e desamores",noutros blogs.Palavras sentidas.
    Conhecia a sua palavra mas ñ o conhecia a si.
    Porquê? Ñ sei.
    Nem sempre tenho explicações...Gostei.
    Abraço.
    isa.

    ResponderEliminar
  25. Na minha modesta opiniao.. quero-te te dizer uma coisa Manzas..quem já leu a tua biografia
    aquilo que contas do teu passado e do teu presente compreenderá por certo alguns dos poemas que aqui vais colocando..a tua sensibilidade existe talvez por toda a tua vivência..que pode näo ser como Tu dizes perfeita ..mas foi ela que fez de Ti o grande poeta que hoje Tu és...... Näo sei se me consegui fazer entender.. obrigada por teres passado pelo meu modesto blog..
    Um abraco para Ti
    Rui

    ResponderEliminar
  26. ola
    muito obrigado pelo elogio e principalmente pelo poema lindo que me deixaste.
    é bom ler poesia tão bem escrita
    parabens pelo talento
    beijinhos

    ResponderEliminar
  27. Manzas

    Tua inspiração é fogo que arde sem se ver.
    Obrigada amigo por versos tão lindos para dar luz a um coração despedaçado.

    beijos

    ResponderEliminar
  28. Um belo poema. Atrevo-me a deixar novo convite:

    http://www.escritartes.com/forum/index.php?referre

    ResponderEliminar
  29. Oi...querido, lindo seu poema e fico lisongeada com o que postou pra mim. Me desculpe a ausencia, minha vida andou conturbada nos últimos dias, andei até tristonha, mas acordei revigorada e acreditando no hoje, no amanhã e nos sempre... existem situações que precisam ser vividas, só assim a gente cresce. Um bjo no seu lindo coração!

    ResponderEliminar
  30. Gracias por dejar una esperanza en mi blog! Te sigo! ^^

    ResponderEliminar
  31. Agradeço a tua escrita , me faz bem lê-la, sinto-me prisioneira do teu blog :)

    obrigado pelas visitas ao meu humilde canto
    fica bem com aqueles que amas ^^

    ResponderEliminar
  32. Cheguei até aqui atraída por suas palavras em um comentário e me deparo com este blog lindíssimo, parabéns!!!!
    bjinhos da Madrasta!

    ResponderEliminar
  33. Manzas

    Cheguei aqui através de outro blogue. E fiquei prisioneira dele. Consegue acarinhar, afagar e escrever poesia com muita, muita emoção, deixando-nos com vontade de ler mais.

    Quanto a este intenso poema "Prisioneiro"... sim, prisioneiro do amor, sempre. Este prisioneiro é dos que nos aprisiona. Louvada seja esta prisão.
    Se me permitir, voltarei.

    Uma semana de muita alegria

    MV

    ResponderEliminar
  34. Olá querido!
    Nossa seus poelas são lindos.. Que Deus continue abençoando esta sua mente brilhante.
    Um grande beijo e ótima semana!
    Very

    ResponderEliminar
  35. É sempre gostoso ler teus textos!
    =)
    Tem selo pra você no meu blog!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  36. Dessa prisão não quero escapar.
    O coração de alguém que me faz voar...

    Abração e lindo seu poema

    ResponderEliminar
  37. ...não me agradeça Manzas.
    Só peço que continues escrevendo...
    dando vazão a sentimentos e emoções.
    Encantando assim a vida de muitos!

    Um abraço carinhoso

    ResponderEliminar
  38. Todos queremos estar prisioneiros do amor.
    É uma doce prisão, que mais nos acolhe do que limita.
    Gostei de ler sua reflexão.
    Um grande abraço,
    Brandão.

    ResponderEliminar
  39. Adorei...

    Obg por pessares no meu cantinho, fazendo desta forma com que descobrisse o teu xD...

    Assim voltarei com agrado so para ler algo tao bonito xD

    ResponderEliminar
  40. "..A pessoa que ama é uma pessoa espontânea. A pessoa que ama não tem necessidade de ser perfeita, apenas de ser humana.."

    Muito bonito parabéns bjs

    ResponderEliminar
  41. Manzas, teu blog é divino!
    Teus poemas são como páginas que me constroem um horizonte de palavras e sensações!
    Parabéns!
    Um grande beijo

    ResponderEliminar
  42. lindo o seu poema, um poeta só é grande se sofrer e agora é a sua vez de ser poeta e ser feliz.
    obrigada pela sua visita e pelo seu delicioso comentário, eu não tenho o dom da poesia, mas gosto de desabafar o que me vai na alma e pode crer que me faz bem
    um abraço de amizade e carinho

    ResponderEliminar
  43. Nossa... Como você consegui escrever poemas tão lindos, hem? Já sei, é que saem do coração, e tudo que sai do coração sai perfeito.

    Bjss amigo

    ResponderEliminar
  44. Tem um meme lá pra vc no meu blog!
    Bjos de LUz

    ResponderEliminar
  45. Adorei o texto. Como você escreve bem!
    Bejos

    ResponderEliminar
  46. Manzas....
    Uau !
    Que desejo intenso.
    Desejo que inspirou uma " bela poesia."
    Grande beijo

    ResponderEliminar
  47. Cada vez que entro aqui me lambuzo de tanta delícia que encontro!
    Agora, pensa aí: se eu entro aqui todo dia, já estou toda grudada!!!
    Lindo....
    Bjos de LUz

    ResponderEliminar
  48. olá, sempre li seus recados em outros blogs e sempre achei lindas as poesias... aí resolvi conhecer teu blog e fiquei ainda mais encantado. Suas palavras são como uma bela canção que acalenta os mais inóspitos corações....
    abraço e sempre estarei por aqui!!
    a propósito, seja muito bem vindo ao meu blog
    http://ocomcopo.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  49. Olá!
    obrigada pela visita.
    Já vi que vou voltar muitas vezes aqui.
    Onde há poesia eu estou.
    Abraços

    ResponderEliminar
  50. Manzas, agora fiquei prisioneira deste poema, especialmente rendida à 3º estrofe...está lindo...como um sonho q traças e nós seguimo-lo com um quê de dramático...ah, e obrgda pelas tuas palavras de alento!
    um bj

    ResponderEliminar
  51. Boa noite!

    “...Eu quero tirar os pés do chão
    e voar em minhas emoções
    Eu quero ser sereia
    para poder cantar para você
    em noite de lua cheia...”

    (Cora Maria/”Magia”)

    Obrigada pelo carinho.
    Seu blog é simplismente maravilhoso!
    Bjusss

    ResponderEliminar
  52. Assim vale apena bradar! Abraço

    O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
    a vida presente"

    Drummond

    ResponderEliminar
  53. Oi,

    Vim agradecer sua visita no meu blog e agradecer seu comentário!
    Volte sempre pois voltarei por aqui tm!
    Parabéns pelo blog!
    bjinhos

    ResponderEliminar
  54. O amor é sempre assim, uma droga que vicia e que nos torna dependentes.
    Amei seu blog, viu =D

    ResponderEliminar
  55. Lindo poemas, aliás lindos poemas!!

    A partir de hj estou te seguindo, te linkei lá no meu blog tá?

    Passe lá para pegar o selinho que criei especialmente para os que me acompanham!!

    Adorei isso aqui! Lindo!!

    Voltarei sempre!!!

    Bjs!

    ResponderEliminar
  56. Cara, tua poesia é linda demais. Me senti pequeno diante de tão grande poeta. já escreveu seu livro? Quero comprar, viu? Um abraço.

    ResponderEliminar
  57. Mui caro Manzas,
    Creia-me, fiquei encantado com os teus escritos. Fascinantes! Inclusive estou divulgando aqui no Brasil.
    Um abraço caloroso da Alma Acreana,
    Isaac Melo

    ResponderEliminar
  58. Amigo Manzas,
    Mais um belo poema!
    Que a inspiração continue sempre a te permear. E assim ganhamos nós.

    Abraços!

    ResponderEliminar
  59. Olá Manzas, belo poema, acabei de dizer no blog da Tatiana da sua facilidade com as rimas...muito...muito bom...um abraço na alma e continue...parabéns...

    ResponderEliminar
  60. Amigo querido!
    Que carinho imenso o seu!
    Obrigada!

    Mas aqui, quem fica prisioneira sou eu!
    Diante de tanta poesia!
    Esse poema é maravilhoso!

    Meu cainho imenso por ti!


    Beijos avassaladores!

    ResponderEliminar
  61. És tu um grande , sempre escrevendo com o coração e isto faz toda a diferença.
    Escreva o seu livro ou melhor publique as coisas que escreves aqui . Um amigo meu fez isto e é um sucesso em vendas e em aceitação do público. Faça o mesmo :publique .
    Moisés , tem selinho pra você.

    ResponderEliminar
  62. A intensidade da palavra aliada á intensidade da foto.

    Prisioneiro do Amor. Uma das (mil) razões porque ninguém o sabe explicar. Que sentimento é este que até na ausência se faz grande?!

    ResponderEliminar
  63. Olá moço!!!

    Obrigada pela visita e pela mensagem!!
    Adorei!

    Seja sempre bem vindo!!!

    ResponderEliminar
  64. Intensos, teus versos. Dotados, eles, de uma beleza lírica. Tatuados na infinidade de um homem que se assume imensamente apaixonado. Parabéns!

    ResponderEliminar
  65. Muito bom seu blog! Daqui levo muitos ensinamentos, o principal de todos sobre mudar o que sou hoje para mudar meu amanhã.

    Parabéns!

    ResponderEliminar
  66. Bonito, lindo, maravilhoso :)
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  67. Bonito, lindo, maravilhoso :)
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  68. Amigo, muitas vezes nos tornamos prisioneiros de nosso próprio sentimento. Direcionamos ao outro as nossas próprias expectativas... e então sofremos.
    Dificil, quando descobrimos que somos prisioneiros de nós mesmos.
    Beijo imenso no seu coração e agradeço as visitas e os lindos comentários no meu "cantinho".

    ResponderEliminar
  69. Mazas, admiro mto quem tem o dom da palavra.. e vc realmente o tem, seus poemas são tocantes! Esse foi apaixonado, quente... Adoreii... Um grande beijo

    ResponderEliminar
  70. que lindo...


    a proposito, o poema e você

    ResponderEliminar
  71. Vim agradecer e retribuir as suas visitas e palavras! Seja sempre bem-vindo no meu cantinho. Muito obrigada pelo carinho.

    Beijos

    ResponderEliminar
  72. Sem palavras. Imensa sutileza margeando as palavras. Coisa de poeta. Amei

    ResponderEliminar
  73. PRISIONEIRO DO DESTINO

    Sou prisioneiro de uma ilusão
    Vivo em busca de uma paixão
    Que destrave a porta desta prisão
    E que me acolha em seu coração.

    Sou prisioneiro dos meus erros
    Dos caminhos por mim traçados
    Sou carente de muitos beijos
    De desejos incondenáveis.

    Não me julgues, não me condenes.
    Pelo que fiz e pelo que não farei
    Sou condenado pela vida
    Destino, te peço paciência.

    Mas um dia serei livre
    O vento mudará meus caminhos
    E encontrarei pela estrada
    Minha mulher tão desejada!

    Su Angelote
    24/07/08
    17:00hs
    Achei seu poema belíssimo e lembrei-me do aprisionamento do sentimento dessa pessoa que eu amo.
    Parabéns pelo blog. Seguirei ele.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  74. Obrigada pela visita, volte quantas vezes quiser!

    Abraços!

    ResponderEliminar
  75. Obrigada pela visita em meu blog, muito me honras. teu blog é magnífico, muito lindo e o que escreves é maravilhoso, adorei.
    Beijos carinhosos e bela quinta.
    Cleo

    ResponderEliminar
  76. Prisioneiro das palavras
    poeta de ternas expressões...
    Ambas também escravas
    da alma e das emoções!

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  77. Oi, amigo!
    Pois é, só o amor é a melhor de todas as prisões!!!Bjs

    ResponderEliminar
  78. Lindo! Toca fundo o coração!

    bjo carinhoso pra vc.

    ResponderEliminar
  79. Prisioneiro à verdade de sentir para que se alargue o caminho...

    É dando passos cada dia que se avança.

    ResponderEliminar
  80. Olá meu querido,
    passando pra dizer que tem selinhos pra você ok?
    É só entrar na galeria de selos que fica na barra lateral do meu blog e pegá-los quando quiser!
    Beijão meu amigo!

    ResponderEliminar
  81. Belo poema. Belo espaço. Tenho uma ediçºao que gostava que visses, apesar de não estar perfeita. Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  82. Nossa Manzas, amei teu blog, achei ele lindo, valeu pela visita la no meu!
    Posso te acompanhar?
    se sinta a vontade pra fazer o mesmo!
    amei teus textos parabens!
    Mesmo muito bons

    ResponderEliminar
  83. Como sempre tudo muito bonito por aqui.
    Só passei para dar um abraço


    No entardecer,
    o sol dança com a chuva
    e um arco-íris
    no horizonte tinge...
    Espera a lua surgir
    e entre as nuvens
    uma estrela luzir.
    Depois, a terra sorri
    quando na noite escura
    o céu clareia...
    Um véu de estrelas
    abraça a lua cheia...
    O poeta fecha os olhos
    e sente o poema
    correr em suas veias.
    A lua deita no mar
    e o sol, novamente
    beija a areia.

    (Sirlei L. Passolongo)

    ResponderEliminar
  84. Moisés

    Sem dúvida um poema belo de muito sentido poético.
    Daniel

    ResponderEliminar
  85. Bom dia!

    "Minha fé em todas as colheitas do futuro se afirma no presente. E declaro, por muito que se saiba, que a poesia é indestrutível."

    (Pablo Neruda - Presente de um Poeta, tradução de Thiago de Mello, V&R Editoras).

    ResponderEliminar
  86. Oi Moisés!
    Adorei a visita! Apareça mais vezes!
    Muito lindo o teu poema, aliás todos que li aqui!
    Voltarei mais vezes!
    Bom final de semana pra ti!
    Beijo!

    ResponderEliminar
  87. Um poema para refletirmos. Todos nós de alguma forma somos prisioneiros.

    Parabéns pelo blog muito bem elaborado.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  88. Um poema para refletir a respeito da liberdade; por qe de alguma maneira somos sempre prisioneiros; ou fomos em algum momento da vida

    Abraço

    ResponderEliminar
  89. oi Manzas.....boas tardes, onde está o teu poema para o dias dos namorados.....será que nao te lembras que hoje é 14 de fevereiro..
    Vim Eu aqui para ver o que tinhas colocado e dou com este que até ja comentei.........
    ainda tas a tempo........ ou queres ajuda..
    serio tudo bom ..para este fim de semana
    um abraco
    Rui

    ResponderEliminar
  90. É somos prisioneiros todos os dias de nós mesmos...lindo poema.

    bjs.

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…