terça-feira, 31 de março de 2009

Com palavras te beijo!


Com palavras te toco num instante calado!
Perco-me em sentidos, ouço os gemidos
Agredidos sentimentos que ficam feridos
Por não mais alcançar o sabor desejado!

Espelhado sentimento em pedaço sufocado
No chão do meu peito, cortantes ficam caídos
Reflectidos desejos que por ti gritam sofridos,
Ficando sem jeito, voz de um coração sangrado!

Ficam somente, doces beijos que te vou dando
Contemplando dos teus lábios o bom sabor,
Dados pelas pontas de meus dedos, em desejo!

Que por nele viver, amar e sofrer, vou escriturando
Como lampejo em duros enganos de minha dor,
E assim… com palavras te beijo!
.
Para todos uma excelente semana!
.
-Manzas-

28 comentários:

  1. Mais um belo poema...tocante esta parte, assim como as outras também...parabéns por expressar tão bem o que já não lhe cabe na alma...

    "Com palavras te toco num instante calado!
    Perco-me em sentidos, ouço os gemidos
    Agredidos sentimentos que ficam feridos
    Por não mais alcançar o sabor desejado"

    Os amigos te aguardam, não suma, apareça, uma ótima semana para você também, um abraço na alma...

    ResponderEliminar
  2. "Com palavras te toco num instante calado!"

    Manzas, pensa nisto como o meu eterno comentário para os poemas que escreves e para os que hao-de vir. É um comentário intemporal.

    aquele abraço

    ResponderEliminar
  3. Belíssimo soneto!! "Palavras... que estranha potência a vossa!"

    Axé.
    LU MARIA

    ResponderEliminar
  4. ahhh, mas um bom beijo mesmo, é dado num olhar!

    Se torna eterno.

    Meu beijo pra vc!

    ResponderEliminar
  5. amigo...lindas palavras...o amor é um misterio que nos dar inspoiraçães imaginarias...

    e uma dessas inspirações do amor..e esse poema!

    espero sua visita!

    tenha um bomn dia!

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. "Com palavras de toco
    num instante te venero
    quero por que te quero
    és minha felicidade
    essa é minha vontade
    de beijar e te amar
    por todo resto da vida"

    Belo poema o seu! gostei.

    ResponderEliminar
  8. Muito lindo!!! Adorei.

    Uma excelente semana pra VC tbém.

    Beijos,
    July

    ResponderEliminar
  9. Bom dia.....simplesmtente....adoreeei..
    Muito lindo...como sempre....

    Tenha uma ótima semana, poeta

    ResponderEliminar
  10. Manzas

    Lindíssimo este poema! O poder da palavra!

    Sem mais palavras, um abraço.

    MV

    ResponderEliminar
  11. Ai,o AMOR...Quem conseguirá viver sem ele?
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  12. Um beijo também prá ti.
    Belíssimo soneto.
    Linda terça.
    Cleo

    ResponderEliminar
  13. Suas palavras sempre tocam.
    Seus poemas sempre beijam
    Os olhos, a alma
    Suas frases acariciam a pele
    Que se arrepiam diante da beleza imensa
    Do seu sentir.


    Sempre belíssimos poemas.

    abraços de admiração

    ResponderEliminar
  14. Olá Manzas,
    "Ficam somente, doces beijos que te vou dando
    Contemplando dos teus lábios o bom sabor,
    Dados pelas pontas de meus dedos, em desejo!"

    Mais um lindo poema que nos é dado a contemplar...
    adorei
    que vc tenha uma linda tarde
    Beijos na alma!

    ResponderEliminar
  15. Muito lindo, como sempre!!
    Um grande beijo no seu coração, querido amigo. Seus comentários estão fazendo falta no meu cantinho, viu??

    ResponderEliminar
  16. Tus versos apasionados recorren mares eternos donde la marejada nos arrastra con la calidez de tu palabra.
    ¡Bellísimo! Un placer leerte.
    Un cariño, amigo mío.

    ResponderEliminar
  17. "Como lampejo em duros enganos de minha dor,
    E assim… com palavras te beijo!"
    Manzas,
    que felicidad ler teus poemas,cada dia melhores,
    bjsverde amarelo
    Mari

    ResponderEliminar
  18. beijos sempre tão bons, os das palavras :)
    (acho que vais gostar mais da minha outra cassa,espreita: http://wwwmetamorfoses.blogspot.com
    bjo

    ResponderEliminar
  19. Com palavras te beijo, troco o beijo por todas as palavras do mundo.Abraço

    ResponderEliminar
  20. Mais um magnífico soneto, Manzas.

    Com beijos nas palavras!!!!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  21. COM PALAVRAS TE TOCO NUM INSTANTE CALADO ....E ASSIM COM PALAVRAS TE BEIJO!

    É uma imagem lindissima amigo, fico enebriada.
    Que paixão na escrita, na vida.

    É muito bom vir aqui, é mergulhar sem medo em POESIA, pura, cristalina.

    Obrigado por cada momento em que alimento a alma no teu blog.
    Nely.

    ResponderEliminar
  22. Manzas

    Passa no meu blogue. E aceita o prémio. A ti, tinha de fazer o convite pessoalmente ;)

    Abraço =)

    ResponderEliminar
  23. Caro Manzas eu o reverencio por tão belíssimo poema,esse e os outros que escreve.

    Boa semana e um abraço!

    ResponderEliminar
  24. "...eu acordei mas continuava a sonhar
    os anjos riam e viam
    e eu me via em teu olhar:
    eu era anjo sem asas
    você era asas pra eu voar..."
    Doce Anjo

    ResponderEliminar
  25. Extasiada fiquei ao ler esse poema parece que foi escrito pra mim(suspiros),sonhando estou....


    BEijos e beijos no coração!

    ResponderEliminar
  26. ameiiiiiiiiiii... muito parecido comigo!

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…