quinta-feira, 5 de março de 2009

Os poetas não morrem!


Sublimes versos escapam das almas dos poetas
Viajando até ao fundo dos céus como balões …
Suspensos ficam no tecto brilhando poesias inquietas
Reflectindo olhos orvalhados em prados de emoções

Na curvatura do tempo, estrelas são colhidas
Do pomar da imaginação expostas em montras…
Pulsa nas veias o destilado veneno às escondidas
Vício de uma feroz fé, rotuladas pessoas tontas

Abrem-se pares de valas nas lendas do destino
Mil léguas de escrita, rabiscos de palavras sãs…
São como pequenos dias em noites de desalinho
Enchendo-nos de sonhos despertados pelas manhãs

Memorias douradas em parapeitos de alegrias
Diluem-se como aguarelas, na orbita das luas…
Entre o Norte e o Sul atingem as suas fantasias
Desde o Oeste para Este voar com simples asas nuas

Passeiam livres nos pendores errados do rio
E golpeiam os corações em ritmo descompassado…
Com punhais enterram pequenas feridas a frio
Sonhos fagueiros de amores perdidos do passado

Moldam-se como o barro em poemas de fulgor
E atracam seus barcos nas caudas das baleias…
Destroçam-se boiando pelas solidões do amor
Deixam-se levar pelas correntes das marés cheias

Caminham ao som do acordar dos pássaros
E abanam árvores para que caiam ninhos de prazer…
Escrevem á luz das estrelas nas pontas dos penhascos
Pisando escorpiões em desertos do enlouquecer

As gotas da saudade batem com as mãos na vidraça
Das janelas iluminadas dos pensamentos…
Implorando a se abrigarem nas muralhas da graça
Aninham-se nas frechas desnudadas dos sentimentos

Que se despejem os oceanos e se varram as florestas
E que se apague o sol sem a lua nascer com o seu luar…
Porque os poetas não morrem! Vivem nas frases certas
E simplesmente adormecem no seu pensar…
.

Dedicado a todos
Os poetas e poetisas
Deste mundo,
Os que já adormeceram,
E aos outros
Que ainda nem sono têm...
.

Bem hajam!
.


-MANZAS-

125 comentários:

  1. pores-do-sol, pores-de-lua... sítio acolhedor e familiar, conheço bem a tua praia, a rocha e a falésia...

    ResponderEliminar
  2. Que inspiração!
    Adorei «a curvatura do tempo»
    e sim os poetas não morrem porque a poesia é eterna e vive em cada célula dos que lêem, dos ouvem, dos que declamam e dos que inventam o jogo das palavras
    beijinhos cósmicos

    ResponderEliminar
  3. Os poetas nao morrem - vivem nas frases certas.
    Obrigada pelas belas palavras, sempre...

    ResponderEliminar
  4. Nossa....linda inspiração.
    Os poetas jamais morrerãoo...

    Parabéns pelo blog, ele é maravilhoso;;
    abraços

    ResponderEliminar
  5. QUERIDO MANZAS, BELÍSSIMO POEMA AMIGO... EU ESTOU DE ACORDO... "OS POETAS JAMAIS MORRERAM",
    TU MEU QUERIDO POETA ÉS UM DELES... JAMAIS A TUA ESCRITA SERÁ ESQUECIDA... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  6. Cheguei até aqui e li!
    Uma explosão alucinante teu pensar, teu sentir
    Me leva num ritmo absurdo e clássico.
    Envolve e traduz o maior dos sentimetos em todos os seus fragmentos.

    beijos,
    Selena

    ResponderEliminar
  7. A poesia é simplesmente um fluxo de Luz ...
    Há sempre algo oculto da outra face ...
    O acto imaginário de deixar fluir ...
    A mente ao encontro de um mundo ideal ...
    Ver um mundo de forma muito própria ...
    Caracteristica de quem observa e reflecte ...
    sobre cada acto da vida terrena ...

    Por isso exalto e inclino-me ...
    sobre poetas e poetas desconhecidos ...
    que proliferam por todos os lados ...

    Viva a Poesia :)

    ResponderEliminar
  8. Muita coisa pode se tornar imortal quando colocamos as palavras como condutoras ou guias em nossas vidas.

    As pessoas morrem, mas as palavras sempre ficam. Para elas, a morte não existe.

    Acredito que escrever seja uma forma de se prolongar a vida.

    Parabéns pelo poema e obrigado pela sua visita em meu blog!

    Um abraço.
    Marcelo.

    ResponderEliminar
  9. Intenso!
    "Os poetas não morrem" persistem para além da vida na memória escrita do que deixam.
    Amigo Poeta o teu legado na poesia tem um lugar especial no coração e na alma de quem te lê, e ficará para sempre...
    Muito belo este momento.
    Obrigado pela tua visita, é um previlégio.
    Beijinho eterno, como a Poesia.
    Nely.

    ResponderEliminar
  10. *
    a poesia
    é uma arma,
    ,
    vamos usa-la . . .
    ,
    um abraço,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  11. Bom dia Poeta Manzas...
    desculpa ter apagado a postagem que você havia comentado...
    A postagem que fiz causou um problema na configuração do blog... e só tinha como resolver excluindo.

    Mais tarde postarei novamente...

    Quanto a sua poesia, creio que os poetas sejam assim mesmo, vêem com os olhos da alma e imortalizam as suas palavras e sentimentos no coração de que lê.

    Feliz seja o seu dia!

    Um abraço carinhoso

    ResponderEliminar
  12. Linda sensibilidade, Manzas! Inspuiraste-me a escrever sobre os poetas. Hei-de faze-lo. Um dia destes...

    Aquele abraço

    Daniel

    ResponderEliminar
  13. linda homenagem e merecida, pq o poeta é quem vive melhor, pq sabe entender minimos detalhes da vida, e ainda compartilha em forma de versos.

    bjosss...

    ResponderEliminar
  14. Obrigado pela visita ao meu blog em "construção". Belas poesias encontrei aqui. Tenha ainda um bom final de dia. Abraços

    ResponderEliminar
  15. Manzas,
    Que lindo!
    uma homenagem,que só as almas comprometidas com o amor,podem agradecer...
    Um beijo,em nome de todos os poetas brasileiros...
    Mari

    ResponderEliminar
  16. muito emocionate o texto.. beijos e um bom final de semana pra vc

    ResponderEliminar
  17. Amigo Manzas,

    belo poema,os poetas morrem,
    mas as palavras escritas ficam
    para sempre...

    Cai o pano,as palmas soam
    E por toda a parte ecoam
    De poetas mil canções,
    tudo isto me revela
    Que a muitos os olhos dela,
    Incendiaram os corações.

    Obrigado pela visita e comentário,

    Abraço

    Lourenço

    ResponderEliminar
  18. Já que vc me deu a horna da sua visitar num dos meus blogs, vim convidá-lo a conhecer o meu novo blog dedicado a produções que falem da(s) mulher(es)
    Um abraço, poeta,
    Renata Cordeiro

    ResponderEliminar
  19. Manzas.....nesta tua frase os poetas nao morrem
    queria deixar o meu pensamento...
    Näo morreram os que deixam obra os que geracoes em geracoes os vao lendo e apreciando
    o que de belo nos deixaram ....
    tambem sei que existe muitos e bons poetas que nunca serao falados..näo por a sua escrita näo seja bela mas sim porque..se escondem ou só escrevem mesmo por escrever..colocando as letras a fazer amor com um papel mas por puro prazer...e agora sobre o teu poema........
    É PENA QUE ALGUNS ILUSTRES POETAS QUE JÁ ABANDONARAM ESTE MUNDO...nao tivessem tido o prazer de ler o que escreves-te dedicado a Todos os POETAS....tenho a certeza que sentiriam um pouco de inveja...por nao terem sido eles a escreverem....aquilo que aqui colocas-te......
    Um abraco..de amizade... boa noite
    Rui

    ResponderEliminar
  20. Manzas,

    Levo um pouco da compartilhável riqueza do seu blog. Eu ueria ser um poeta...

    Boa sorte, sempre!

    ResponderEliminar
  21. Meu amigo, lindo e encantadores versos, nos fazerm refletir sobre o submundo dos poetas, o que pensam, como sentem,e o que levam a tantas viagens inexplicaveis e inenarraveis...excelente seu blog, obrigado pela visita ao Ultimo Barco do Planeta, convido te a uma passadinha no LIvro dos Dias, www.olivrodosdiasdois.zip.net --- um otimo final de semana e abraços e muita inspiração.

    ResponderEliminar
  22. Vivem em cada verso, cada poema, cada soneto,cada frase....
    É lindo isso, e é a pura verdade!
    Estou lendo Petrarca, um poeta que data de 1304/1374. Vc deve conhecer, claro! Mas veja como a poesia é eterna... Ele está aqui... É meu livro de cabeceira por esses dias... Lindo! É a mesma paixão e o mesmo amor de hoje, descritos em poemas maravilhosos!

    O tempo não passa para os Poetas e nem para o Amor!

    Beijo avassalador pra ti!

    ResponderEliminar
  23. Os poetas se perpetuam através das suas palavras...
    Palavras que representam sentimentos de toda sorte
    sentimentos que movem o homem
    que povoam seu coração
    os poetam tem o dom de transformar em palavras
    tudo que sentimos dentro da alma.
    Linda poesia
    Boa tarde pra vc
    Beijos

    ResponderEliminar
  24. Boa tarde!

    E viva os poetas,
    em suas palavras
    em suas rimas
    em seus versos
    cheios de amor e lirismo!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  25. Acho que não são só os poetas que não morrem :9
    Quem nós amamos não morrem também ;)
    belos versos, lindo poema Manzas
    beijo

    ResponderEliminar
  26. Adorei sua visita no meu blog. Os seus "pensamentos" são belos. Espero voltar a vê-lo. Bjs!!

    ResponderEliminar
  27. Adorei sua visita no meu blog. Os seus "pensamentos" são belos. Espero voltar a vê-lo. Bjs!!

    ResponderEliminar
  28. Teu blog é lindo...
    simplesmente isso...
    lindo... tudo aqui é lindo...
    vc é lindo... tudo lindo...
    pra mim tá complicado acreditar q ainda existão homens com tantos sentimentos...
    Eu volto sempre...
    o obrigada pela visita no meu cantinho...
    beijoss

    ResponderEliminar
  29. ...importante é nunca perder o SONHO!

    ResponderEliminar
  30. ...importante é nunca perder o SONHO!

    ResponderEliminar
  31. Olá Manzas!

    Um belissimo texto!

    TENHA UMA ÓTIMA TARDE!

    ResponderEliminar
  32. Manzas,

    Obrigada sempre pelo teu carinho.
    E pra dizer: Este texto é um reflexo teu, já que és um poeta, e perdoe-me o clichê [rs], de mão cheia. Escreve com a alma. Com o sonho a transformar em versos. Tão lindos que ficam, ilustrados aqui.

    Espero que vc sofra de insônia, pra continuar escrevendo.

    Obrigada. Mesmo longe de ser uma poetisa, sou uma pessoa que gosta de escrever. E ler isso aqui, recebo como meu também.

    Beijos, dos poetas.

    ResponderEliminar
  33. Bellísimo homenaje a los poetas Manzas. Tu sensibilidad le pone alas a los versos para que se reúnan con las almas de quiénes te escuchan.
    Un gran cariño.

    ResponderEliminar
  34. Os velhos são eternos como os Poetas.
    Quando partem, sobem num balão para onde sejam eternamente felizes.
    JM

    ResponderEliminar
  35. De fato os poetas não morrem, apenas adormecem, para que seus pensamentos permaneçam vivos pela eternidade.
    Abraço.
    ;)

    ResponderEliminar
  36. F E L I C I D A D E S


    obrigada pela inspiração

    ResponderEliminar
  37. Amigo Manzas...
    Os poetas não morrem pq existem pessoas iguais a ti...
    Eternos!

    Beijo e obrigada pelo carinho de sempre em meu espaço!

    ResponderEliminar
  38. Os poetas não morrem.
    Você viu o poeminha que expus aqui há alguns dias, Motivo? Dizia só:
    Eu faço versos
    para não morrer.
    Só porque eu já concordava com você: Os poetas não morrem.

    Um abraço amigo,
    Brandão.

    ResponderEliminar
  39. Que maravilhosas quadras!! Não. Os Poetas não morrem...muitos beijos.

    ResponderEliminar
  40. Os poeta detêem o avassalador, o celestial poder de nos trazer do fundo de nossos mares os mais belos e raros tesouros.
    É preciso sensibilidade para entender sua prosa hermética, mas o amor nos oferece tais asas.

    Abraços

    ResponderEliminar
  41. "PoetaS" rs, errei a digitação acima, sry

    ResponderEliminar
  42. Os poetas são eternos pelas palavras que sentimos.

    ResponderEliminar
  43. Como é bom vir aqui ...
    Como é bom beber e ler as tuas palavras ...
    O sentimento que delas sai é intenso ...
    Obrigado pelo POETA que TU és ...
    Beijos Anjo Negro

    ResponderEliminar
  44. Concord quee poetas não morrem, viram estrelas!
    Belíssimo poema, Manzas!

    Parbens,raande eta!

    Abras

    Mrrze

    ResponderEliminar
  45. Ao mar a direção ao mar que paciente aguarda por todos os rios, ao mar...
    Sublime texto, palavras muito especiais!

    Um grande abraço e sucesso cada vez mais.

    ResponderEliminar
  46. As palavras dos poetas ficam para sempre porque tocam a sensibilidade daqueles que a lêem.E você caro Manzas é um deles!

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  47. Grande Poeta Manzas
    Meninão Lindo... alma pura...

    Teu Blog é apaixonante...
    Tuas poesias... coloca a amostra teu coração vibrante...
    ... pensamentos que viajam soltos...
    ... colhendo e entregando carinhos...
    Me senti envolvida... contagiada com tantos sentimentos...

    “Ninguém passa pela vida de alguém... sem uma razão maior...”

    Acredito nisto... que bom que nos encontramos...
    Tenha certeza... esta escrevinhadora... aqui... voltará sempre...

    TeAmo

    Bjs.

    ResponderEliminar
  48. Escreveste tudo... nada a acrescentar excepto que é um prazer ler-te e ter a tua presença
    Abraço

    ResponderEliminar
  49. O princípio do poema era suficientemente aliciante para me obrigar a aqui vir, ver do resto
    Valeu a pena

    beijinho

    ResponderEliminar
  50. Olá, lindo textoo!

    É sempre um prazer passar por aqui!

    abraçoos

    ResponderEliminar
  51. Os poetas não morrem...

    Imortalizados estão nas palavras que espalham!

    bJS :)

    ResponderEliminar
  52. Os filhos poemas eternizam o poeta que saiba cantar a alma de todos, para todos.

    Belíssimo!

    Abraço poema,


    JHS

    ResponderEliminar
  53. Obrigada pela visita carinhosa...
    Vc é muito gentil
    e é um previlégio visitar o seu blog e ler as suas poesias
    Que vc também tenha uma exelente final de semana
    Boa noite pra vc
    Beijos

    ResponderEliminar
  54. Como diz Sofia Andresen:
    O poema me levará no tempo
    Quando eu já não for eu
    E passarei sozinha
    Entre as mãos de quem lê
    O poema alguém o dirá
    Às searas
    Sua passagem se confundirá
    Como rumor do mar com o passar do vento
    O poema habitará
    O espaço mais concreto e mais atento
    No ar claro nas tardes transparentes
    ..............
    Um abraço

    ResponderEliminar
  55. Quanta inspiração!!!

    Tenha um ótimo final de semana!!!
    Beijossss

    ResponderEliminar
  56. Um poema extraordinário!

    Encanto, muito encanto|

    Abraço

    ResponderEliminar
  57. Adorei passar aqui, suas poesias são lindas!!!
    Vou voltar sempre para ver seus trabalhos.
    Angela

    ResponderEliminar
  58. Linda poesia, cheia de encantos, plena de sensibilidade.
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  59. Vou cometar com um abraço e...

    texto de Antonio Carlos Flotran

    “Ouço vozes que ecoam em minha mente. Falam sobre várias coisas, sobre o passado dos povos, os problemas da alma, e o infinito saber.
    Fico em silêncio ouvindo todos os ecos e ressonâncias.
    É como se eu estivesse numa caverna onde se processasse a vida do homem.
    Não sinto vontade de falar, deixo que às vezes conversem por mim.
    As vozes transformam-se em música que adquirem ritmos diferentes
    Agora percebo que se ficar em silêncio, coisas que eu tivesse conversando viriam facilmente a minha mente.

    “Sempre que fico em silêncio aprendo um pouco mais.”

    ResponderEliminar
  60. Moises,

    Isso o que sentimos, todos nós ligados a Poesia...realmente os Poetas se eternizam em suas palavras, através do tempo, para o nosso encantamento e de gerações que se seguem!

    Beijos, grata pelo carinho,

    Reggina Moon

    ResponderEliminar
  61. Ser poeta é ser maior, já dizia FLOR BELA...
    UM BOM FIM DE SEMANA
    MARIA

    ResponderEliminar
  62. Lindo de mais.. Ao passar por aqui é um sossego ler-te ...Mas é verdade " Que os poetas jamais morreram " fica sempre um pedacinho de cada um em nos ..Gostei..Bom fim de semana beijos

    ResponderEliminar
  63. Lindo, lindo, lindo!

    Beijinhos e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  64. "As gotas da saudade batem com as mãos na vidraça
    Das janelas iluminadas dos pensamentos…
    Implorando a se abrigarem nas muralhas da graça
    Aninham-se nas frechas desnudadas dos sentimentos"

    Gostei muito desse verso...

    Obrigada Manzas, eu desejo o mesmo para você...

    Um beijo carinhoso

    ResponderEliminar
  65. Grande garoto!
    Muitíssimo belo esse poema.
    Grande abraço pra vc,
    agradeço a lembrança, a visita, seus poemas que deixas volta e meia no meu blog também.
    Grande abraço, irmão!

    Tio Rogs

    ResponderEliminar
  66. «Uns bezerritos bebem lentamente
    Na tranqüila levada do moinho.
    Perpassa nos seus olhos, vagamente,
    A sombra duma alma cor do linho!

    Junto deles um par. Naturalmente
    Namorados ou noivos. De mansinho
    Soltam frases d´amor…e docemente
    Uma criança canta no caminho!

    Um trecho de paisagem campesina,
    Uma tela suave, pequenina,
    Um pedaço de terra sem igual!

    Oh, abre-me em teu seio a sepultura,
    Minha terra d´amor e de ventura,
    Ó meu amado e lindo Portugal!»

    (Florbela Espanca )
    Bom fim de semana

    Abraço

    Paulo

    ResponderEliminar
  67. Meu querido Manzas, uma bela homenagem.
    Os poetas não morrem jamais, ficam eternizados em nossos corações.

    Um maravilhoso final de semana meu amigo.

    Bjss

    ResponderEliminar
  68. Manzas, sempre...poetando emoções!

    Dos seus dedos o verso nasce
    Voa na boca do mar que corre
    Redentor o poema faz-se
    O Poeta adormece, mas nunca morre!

    Beijos
    Bom fim de semana e muita inspiração!

    ResponderEliminar
  69. Adorei seu blog... O texto é ótimo. Sem contar que a foto escolhida ficou espetacular junto ao texto. Parabéns!!!
    Passarei por aqui mais vezes.
    Aproveite e me fala uma visitinha.

    http://www.porta-joias.blogspot.com/

    Bjos!

    ResponderEliminar
  70. Como diz Joaquim Pessoa, que admiro,a poesia é uma arma....e eu direi,e uma grande arte.

    ResponderEliminar
  71. Olá bom dia:
    Obrigado por visitar o meu blog.
    A poesia é na verdade uma nova vida dentro de outra vida e as razões disso é porque nos transmite toda a forma de ser de cada um de nós.
    Vidas poéticas que o tempo jamais apagará, Símbolo de um querer viver num mundo de paz e união entre as pessoas.
    Obra de uma natureza onde o espírito humano reflecte a sua existência com uma presença sem fim. O Poeta é aquele que dá vida à vida e luz à escuridão onde os sonhos do além jamais se esquecerão.

    Desconhecia seu blog que é na minha opinião uma mais valia para quem gosta de poesia de verdade e, por mais que o tempo urja será talvez mais um dom que a natureza tem e que por muitos é desprezada.
    Como disse o imortal Poeta Luiz Vaz de Camões,(por mares nunca dantes navegados), foram frases imortalizadas que o tempo nunca apagará.

    Parabéns pelo seu blog e seu trabalho, pois será mais um blog que irei adicionar ao meu se assim o permitir.

    Um Poeta nunca adormece, porque mesmo estando dormindo, a sua obra permanece acordada.

    Abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  72. Nossa diante todas essas palavras!!! só tenho a dizer aquilo ja dito por vc!!! Realmente os poetas não morrem!!

    ResponderEliminar
  73. Os poetas não morrem!

    Palavras lindas as suas...

    Beijo com sabor a poesia.

    ResponderEliminar
  74. Olá, paz !

    Passando aqui em sua página repleta de vivacidade e beleza letral, juntamente com muitos comentários cheios de apreciação, para agradecer-te pelo formoso escrito em minha singelosa página.

    Lindo fim de semana.

    Ósculos e amplexos.

    ResponderEliminar
  75. Pela parte que me toca

    obrigado!


    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  76. Linda homenagem aqueles q nos encantam com tão belas palavras.

    Vim te deixar o Selinho Blogamigo, está na lateral e gostaria q vc aceitasse.


    bjos e ótimo fds!

    ResponderEliminar
  77. Os poetas não morrem
    Como não morre a memória!
    Os poetas não morrem
    Como não morre a história!
    Os poetas vivem em nós
    Nas palavras e nos momentos
    Nos lamentos...
    Dentro de nós vivem os poetas
    Que semeam ditos e escritos
    Para nossa felicidade
    E sua eterna glória!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  78. Demais,garotão!
    perfeito poema
    queria escrever assim.!

    ResponderEliminar
  79. Fiquei sem jeito, e um pouco intimidada, (+ de 80 comentarios)
    e devo dar os parabéns por tantos comentários...
    Bem não sou poeta, mas acrescento que no fundo todos o somos, pois acabamos por transformar a nossa v!da sempre em poesia...
    Umas vezes, alegre outras menos alegre...
    Desfrutei da leitura neste cantinho de pensamentos...
    Parabéns...
    Jinhos
    T!na

    ResponderEliminar
  80. Que lindo.
    Uma bela e merecida homenagem, inclusive póstuma.
    Gostei bastante.

    Aprecio vir aqui te ler, mas lamento minha vida tão corrida, muitas vezes me faltando tempo para as melhores coisas da vida.

    Bom final de semana.

    Beijos meus, Mariana

    ResponderEliminar
  81. O poeta nunca morre

    As suas palavras ficarão para a eternidade.

    O POETA É IMORTAL!

    Abraço fraterno!

    Bom fim de semana

    Mário

    ResponderEliminar
  82. Gostei muito do teu poema!

    O poeta nunca morre.

    Trabalho fotográfico muito bem elaborado.

    Um forte abraço de Angra do Heroísmo.

    ResponderEliminar
  83. Grata pela visita ao "Cheiro de flor quando ri".
    Gostaria de compartilhar com você o meu texto poético "Almas Perfumadas": http://anajacomo.blogspot.com/2007/09/e-por-falar-em-almas-perfumadas-ta.html
    Um abraço,
    Ana

    ResponderEliminar
  84. Obrigada pela visita viu? :)
    muito bom o texto
    mas me deixou curiosa, o que significa 'Bem Hajam' ?
    sdhiuhdsuhds

    bom fds
    beijaaao

    ResponderEliminar
  85. Olá querido. Sou a Van, parceira do Lipp no blog. Vim agradecer pela visita e pelo comentário no blog! E também dizer que adoramos seus blogs. Estamos seguindo... e add os links por lá ok?

    Volte sempre.
    Também estaremos por aqui!

    Beijos, Van.

    ResponderEliminar
  86. ...belíssima homenagem
    que só um poeta poderia
    prestar a outros tantos
    poetas do infinito.

    sensibilidade ímpar!

    parabéns, lindo!

    bjusss

    ResponderEliminar
  87. Valeu a pena a procura de um blog tão maravilhoso, cada paisagem, cada palavra escrita com muito sentimento, toca mesmo no coração

    ResponderEliminar
  88. Olá, venho retribuir a visita e agradecer o comentário que deixou na Toca. Tem um blog deveras inspirador, lindas fotos, lindos textos.

    Felicidades

    ResponderEliminar
  89. Lindo poema! Concordo que os poetas não morrem, porque suas palavras se perduram para sempre nos corações daqueles que são sensíveis para reconhecer que os poemas não são meras palavras, mas sentimentos que vem do mais profundo ser. Você será um dos que permanecerá como tantos outros, porque em cada palavra você coloca seus mais verdadeiros sentimentos...o que faz das suas poesias serem sempre LINDAS! É um colírio para os olhos de qualquer um!

    Agradeço sua visita e te desejo um maravilhoso Fim de semana!

    Abraços,

    Patricia.

    ResponderEliminar
  90. Caro poeta,

    Fiquei sem palavras diante de tão lindos versos...

    Concordo, "os poetas não morrem", para nossa alegria é claro...

    Ps.: Add o link do seu blog no meu, espero que não tenha problema...

    Tenha um ótimo final de semana!

    Bjssss

    Dany

    ResponderEliminar
  91. Linda homenagem!!!!
    Como sempre tudo liiindo!!
    Bjossss

    ResponderEliminar
  92. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  93. os poetas não morrem, viram papel e tinta...
    lindo poema
    um excelente findi
    abraços

    ResponderEliminar
  94. Pois é Manzas...
    alguem me disse pessoalmente essa semana que palavras ditas o vento leva e a lembrança apaga,
    mas as palavras escritas essas tornam-se documentos e perpetuam-se pela lei.
    Guardei tal pensamento e tenho refletido sobre isso profundamente,seu poema tem muito dessa essência.
    Ahh Obs:Ainda aguardo resposta do email que mandei pra voce.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderEliminar
  95. Ah que lindoooo,adorei o poema ,UM VIVA AOS POETAS,alçias adorei seu blog todinh.
    Texto,sentimento e poesia é combinação mais perfeita pra expressar o que sentimos,eu adoro.

    Parabéns pelo blog,muito bom mesmo,vou voltar aqui sempre que eu puder pra acompanhar.

    Té mais

    Daya

    ResponderEliminar
  96. Manzas, obrigada pela visita! Continue aparecendo, teu blog é repleto de histórias...

    ResponderEliminar
  97. Olá poeta, obrigado pela visita!
    Perdoe-me pela demora, mas a vida é corrida nem sempre é da forma que desejaríamos que fosse!
    Quanto a este poema é rico magico e belo!
    A alma do poeta nunca morre renasce na escrita no sol, na lua na natureza onde ele sempre buscou e continuará a buscar toda inspiração! amei... bjs vã!

    ResponderEliminar
  98. Justa homenagem aos poetas, senhores de todos os sentimentos possíveis de se escrever em versos.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  99. Os poetas sempre estao dentro de nos......

    nunk morre mesmo.....

    abraços

    ResponderEliminar
  100. Hoje vim aqui desejar,à tua Mulher,à Mulher que AMAS,um Dia Internacinal da Mulher, feliz,
    com muita Luz,Paz e Amor.
    Para ambos o meu
    Beijoo.
    isa.

    ResponderEliminar
  101. Manzas,
    Um forte abraço! Sempre que posso estou por aqui.

    ResponderEliminar
  102. Amigo querido! Vim matar a saudade e alimentar minha alma com suas palavras! Adoro vir aqui, já falei isso várias vezes, não é?
    Um lindo final de Domingo para voc~e, recheado de amor e conquistas!
    Beijinhos no seu coração.

    ResponderEliminar
  103. Haja o tempo em que se solta os sonhos...

    Convite para Long Drink "Flamenco" no Angel Bar.

    Boa Semana.

    ResponderEliminar
  104. Olá!
    Que poetas como tu, nunca morram!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  105. Tem selinho de oferta no meu blog!
    Um resto de bom domingo!
    Beijos prometidos

    ResponderEliminar
  106. Belíssima homenagem de quem tem a arte poética e a exerce com maestria.


    Beijo

    ResponderEliminar
  107. Lindo demais! Que alma inspirada!

    Te convido a conhecer meu novo espaço: http://domdaspalavras.blogspot.com

    bj

    manu

    ResponderEliminar
  108. Que bom poder voar até aqui, é sempre um grande prazer, e o melhor de tudo isto, é que como os poetas nunca morrem, sempre que eu queira vou poder espreitar este Mundo maravilhoso. Um abraço e uma óptima semana.
    Bruno Cardona

    ResponderEliminar
  109. Caro poeta Manzas,

    Depois de ter lido o teu relato, só posso te dar os meus parabéns pela luta que travaste e ganhaste !

    beijinhos verdes de esperança da

    Verdinha

    ResponderEliminar
  110. Obrigada pela visita,
    Amei te visitar e espero voltar....Dei uma passadinha no seu blog Relato.
    Vou te arrastar para o meus favoritos.
    bjs

    ResponderEliminar
  111. Quando leio os Poetas... sinto-me um texteiro.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  112. Bela descrição dos Poetas

    "Loucos"...Sãos
    Sonhadores...Realistas
    Idealistas...controversos
    Apaixonados...Aluados
    Morrem por amor...Lutam com fervor
    Caem por Terra...Elevam-se na alma

    Parabéns!

    ResponderEliminar
  113. Poeta Manzas

    Os poetas não morrem mesmo, são a raiz das palavras que, embora algumas vezes adormecidas, acordam em qualquer instante.

    Excelente este teu poema. É daqueles que se apoderam de nós.

    Beijinho

    MV

    ResponderEliminar
  114. Mientras haya poesía hay vida un fuerte abrazo desde esta isleña tarde

    ResponderEliminar
  115. Ainda bem que eles não morrem, se não, que nos daria o prazer de ler um texto cheio de ternura e bonito como o seu?
    Abçs!

    ResponderEliminar
  116. Parabéns por seu blog Poesia faz parte da vida que o poeta casta energia para o plasma e os corações de quem lê uma cordial saudação

    ResponderEliminar
  117. Vc é surpreendente em sua alma!
    beijo
    ..............Cris Animal

    P.S A foto é singular!

    ResponderEliminar
  118. Dever ser por isso que travo minhas lutas, com os versos em busca de minha imutabilidade, afim de se um ser imortal!!!
    Parabéns você já é um imortal!

    ResponderEliminar
  119. Este é um dos melhores b logues que tenho visto. Sempre me considerei poeta mas...serei
    mesmo? Gostaria imenso que visitasse o meu blogue http:\\infinito-kalahari.blogspot.com e
    fizesse a sua apreciação.
    O meu abraço com o sabor de Angola
    Vera Lucia

    ResponderEliminar
  120. Parabéns! Pelo poema.. pelo q transmites com as palavras e pelo teu "espaço".. gostei!

    Penso voltar de vez em quando.. ;)

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  121. Parece divino ter encontrado esse espaço. Parabéns, poeta, lindo poema sobre a imortalidade dos poetas. Sou neta, filha, irmã e prima de poetas, sou da terra "onde as almas são todas de cantadores" (Rogaciano Leite). Levei sua poesia emprestada para fazer uma homenagem ao meu pai, que se despediu da família fazendo poesia no leito que deveria ser o de morte e, no entanto, transformou-se no leito da sua imortalidade. Postei ao lado do seu poema o link para seu site. Desculpe-me, se não podia fazê-lo, se te faltei com a ética. Estou seguindo teu blog, se não me permites a postagem, entres em contato que apagarei.
    Mais uma vez, parabéns pelo grande poeta que acabo de conhecer.

    ResponderEliminar

Um pensamento, uma reflexão,
um comentário …
Caloroso abraço de sua opinião
com sorriso de entusiasmo
de eterna Gratidão…